Botuverá terá rede de fibra ótica para internet

Licitação foi vencida pela empresa Unifique, que deverá priorizar órgãos públicos

Botuverá terá rede de fibra ótica para internet

Licitação foi vencida pela empresa Unifique, que deverá priorizar órgãos públicos

Botuverá terá acesso à internet de fibra ótica, após a empresa Unifique ter vencido a licitação para executar o serviço. As instalações se estenderão entre os bairros Águas Negras e Ourinho, próximo ao Parque das Grutas.

Inicialmente o projeto deverá interligar os órgãos públicos municipais e, na sequência, será feito um acordo com empresas locais. O investimento total da prefeitura é de aproximadamente R$ 50 mil e as obras deverão ficar prontas entre fevereiro e março.

O acordo entre a prefeitura e a Unifique prevê a prioridade para os órgãos públicos do município, que serão conectados à internet de forma mais eficiente do que a atual, que é via rádio.

O Núcleo de Empresários de Botuverá também entrou no acordo. Conforme o coordenador, Eduardo Barni, as empresas também terão preferência na instalação da internet de fibra ótica.

A Unifique será contratada em conjunto, e em contrapartida os preços serão mais acessíveis. “Atualmente temos planos de 5mb em que não recebemos exatamente os 5mb. Com a fibra ótica, isto muda. As empresas darão prioridade à Unifique e, em troca, teremos um preço diferenciado”.

“Ainda utilizamos muita internet via rádio, inclusive para os turistas na região das cavernas, fica muito complicado. Queremos aproximar os órgãos públicos com conexão à internet de qualidade”, explica o prefeito de Botuverá, José Luiz Colombi, o Nene. Após as instalações em órgãos públicos em empresas, a conexão também será disponibilizada ao público geral.

Entenda a fibra ótica
A tecnologia da fibra ótica é mais cara do que o cabeamento de cobre, e por isso ainda demora para chegar em todas as redes domésticas. Geralmente, são as capitais, cidades maiores e regiões metropolitanas que já dispõem deste tipo de conexão. Fibras óticas são compostas por fibras de vidro.

A fibra ótica garante uma largura de banda muito maior. Ocupa menos espaço físico e sua matéria-prima, a sílica, é mais comum que o cobre, ainda que a produção e a implementação sejam mais caras.

A conexão à internet é de qualidade maior, mas, além do custo elevado de produção, são necessários muitos retransmissores para fornecer internet para grandes cidades. Outra desvantagem é a fragilidade das fibras de vidro. Sem um sistema padrão, ainda há cabos que não contêm a devida proteção.

Outros problemas estão ligados diretamente à fragilidade das fibras de vidro. Como ainda não existe uma padronização no sistema, há muitos cabos que são vendidos sem o encapsulamento protetor adequado. Isso gera instabilidade para os cabos e pode resultar em quebras dos filetes de transmissão.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio