Brasileiro de Jeep Gaiola Cross bate recorde de público em Guabiruba

Tempo ensolarado trouxe mais de 3 mil pessoas para a etapa guabirubense da competição

Brasileiro de Jeep Gaiola Cross bate recorde de público em Guabiruba

Tempo ensolarado trouxe mais de 3 mil pessoas para a etapa guabirubense da competição

O tempo colaborou, e durante os dois dias do Campeonato Brasileiro de Jeep Gaiola Cross os moradores de Guabiruba e região puderam prestigiar esta que foi a segunda etapa da competição. O evento foi realizado na pista do Gaiola Cross Club Guabiruba, no bairro Aymoré, entre sábado, 13, e domingo, 14.

O resultado da soma entre bom clima, pilotos empolgados na busca de boas colocações e público apaixonado por velocidade resultou na quebra do recorde histórico do município. Conforme afirma Ivan Kohler, presidente do clube que organizou o evento, foi o maior registro de espectadores na cidade desde que começou a receber etapas do evento, há quatro anos. Foram mais de 3 mil pessoas entre os dois dias.

Nas últimas edições a sorte não esteve ao lado dos organizadores, já que a chuva espantou parte do público – embora, mesmo assim, tenham aparecido em bom número. Desta vez, contudo, o sol apareceu e abrilhantou o espetáculo. “Superou as nossas próprias expectativas. As arquibancadas ficaram lotadas o tempo todo. No domingo, desde que abrimos pela manhã, o público já encheu todo o espaço”.

Público bateu recorde nos quatro anos em que a etapa é realizada em Guabiruba. Foto: Cristóvão Vieira

Conforme explica Kohler, não somente o público surpreendeu, mas também o grau de competitividade do evento nesta edição de 2019. “Nós tivemos aqui 80 pilotos, entre as competições de jipe e gaiola, que mandaram muito bem na pista. Conseguimos algo inédito pra cidade, que foi a vinda de jipeiros de outros estados, como Paraná, São Paulo, Rio Grande do Sul e até mesmo a presença de pilotos argentinos”.

Para o presidente do clube, após quatro anos enfim a etapa guabirubense atinge uma excelência em termos de competição. “Conquistamos recorde de público e de pilotos, e era isso que a gente esperava quando trouxe a competição para cá. Sempre queríamos a competição e o público prestigiando, que é o que vimos aqui neste fim de semana”.

Os pilotos das duas competições nacionais se enfrentam em diferentes baterias, cada um em sua categoria, tentando tomar o melhor tempo e também não capotar – embora o público fique eufórico quando acontece. A primeira etapa foi realizada em Horizontina (RS). A próxima será disputada em Brusque, durante a Festa Nacional do Jeep (Fenajeep), em junho.

Lutando na pista

Os cerca de 80 pilotos que vieram de vários cantos do país tiveram que manobrar e acelerar muito na pista guabirubense. Com apoio da torcida, as equipes foram em busca dos resultados que poderiam colocar em vantagem para as etapas que ainda estão por vir durante o ano.

Brigando por um lugar no pódio, Marcio Valmor Julio, da equipe Los Hermanos, confessa que se excedeu na força de vontade. “Eu fui para o tudo ou nada em uma das voltas e acabei capotando. Acontece muito. Mesmo assim vou seguir brigando, estou bem posicionado”.

A equipe Los Hermanos veio do município de Imbituva, na região Centro Sul do Paraná, próximo a Ponta Grossa. Especialistas na arrancada, a equipe envolve praticamente toda a família, e também se arrisca no jipe 4×4. “Estamos impressionados com o público. Como o povo gosta de jipe por aqui né?”, diz Marcio.

Quem também se surpreendeu com o grande volume de torcedores nas arquibancadas foi Renê Jorge Penélope, da equipe Penélope, de São José (SC). Renê pilota há 20 anos, e sua filha estava nascendo quando ele começou com as corridas. Ela também é pilota, mas neste fim de semana não pôde participar do evento.

Para o experiente piloto, o fim de semana foi um dos melhores para a disputa da competição. “Esse fim de semana foi ótimo, o evento está show. Eu fiquei vice-campeão da Força Livre Turbo por dois anos seguidos aqui, desta vez não fui tão bem, mas ainda busco pontuar e ter bons resultados para a sequência da competição”.

Resultados da segunda etapa

Gaiola Aspirado
1º Lucas Crespi Noldim
2º Lucas Henrique Lang
3º Junior Vargas
4º Luiz Felipe Kloss
5º Oberdan Bornhausen Kohler

Gaiola Turbo
1º Valerio Pozzi Neto
2º Cristian José Rodrigues
3º Eduardo Bianchini
4º Lucas Silva
5º Bruno Cesar Lang

Jeep Aspirado
1º Marcelo Picolotto
2º Silvio Ambrosi
3º Christian Cordeiro Julio
4º Eduardo Boer
5º Cesar Camargo

Jeep Turbo
1º Diego Maia Vicente
2º Marcio
3º Mauricio Allgayer
4º Ricardo Vinicius Peredo
5º Cleiton Stedile