Bruscão abre o placar no início, mas falha nas bolas paradas e é derrotado pelo Concórdia

Time quadricolor domina primeira etapa, mas não resiste aos donos da casa no tempo complementar e perde por 3 a 1

Bruscão abre o placar no início, mas falha nas bolas paradas e é derrotado pelo Concórdia

Time quadricolor domina primeira etapa, mas não resiste aos donos da casa no tempo complementar e perde por 3 a 1

O Brusque começou mal a caminhada rumo à elite do Campeonato Catarinense. A estreia no quadrangular final foi da forma que o torcedor menos imaginava. A equipe iniciou dominando o Concórdia e deu impressão de que venceria ao natural, sobretudo após o primeiro gol, marcado por João Paulo, aos 16 minutos de jogo. Mas duas falhas defensivas foram cruciais para a derrota no Oeste. No fim, o time da casa ainda ampliou o marcador para 3 a 1 e impôs a primeira derrota do Bruscão no quadrangular final da Divisão Especial.

O jogo
Brusque e Concórdia iniciaram o jogo buscando o ataque e fizeram um início de partida movimentada para os 599 torcedores que compareceram ao estádio Domingos Machado Lima, em Concórdia. A torcida quadricolor também marcou presença e fez grande festa aos 16 minutos de jogo quando Eydison recebeu lançamento e, em uma jogada inteligente, passou para João Paulo completar. O lateral ajeitou e mandou no fundo da meta de Aldo para fazer 1 a 0. 

Com toque de bola envolvente, o Marreco passou a dominar o adversário, que esbarrava na boa marcação quadricolor. No entanto, o setor defensivo da equipe brusquense começou a apresentar falha nas bolas paradas. O Concórdia não perdoou. Em falta distante da meta de Fabão, Danilo Goiano colocou na área, a zaga do Brusque cochilou, Zé Carlos subiu mais que todo mundo e fez o primeiro dos  donos da casa.

Galo vira a partida
O Brusque seguiu melhor no fim da primeira etapa, mas não conseguiu ir para o vestiário em vantagem. O jogo caiu de ritmo na volta do intervalo, com as duas equipes tendo dificuldades na armação de jogadas. O Concórdia seguia trabalhando com bolas alçadas na área e em outra bola parada chegou ao segundo gol. Em nova falta cobrada na área, desta vez Gustavo que marcou: 2 a 1.

Imediatamente após tomar o segundo gol, Rogério Perrô promoveu a estreia de Junai no lugar de Saraiva. Mas o jogador pouco conseguiu contribuir para a equipe buscar o resultado. Na sua principal chance, parou em uma excelente defesa do goleiro Aldo.

O placar favorável deu tranquilidade ao time do Oeste, enquanto o Bruscão saia para o jogo, mas pouco assustava a meta adversária. Roberto Jacaré entrou no lugar de Néris para dar força ao ataque, mas a equipe continuava com dificuldades em finalizar. Nas principais investidas, a zaga do Galo do Oeste afastava antes do arremate final.

O golpe de misericórdia dos donos da casa veio aos 30 minutos. Ibson avançou com Liberdade e cruzou para Cristiano completar para as redes. O terceiro gol praticamente sepultou a chance de empate quadricolor. A equipe foi para o tudo ou nada com Renan no lugar de Eurico, aos 37 minutos, mas não conseguiu reverter à vantagem adversária.

Acompanhe nesta segunda-feira, 9 de agosto, a cobertura completa da partida e a repercussão da primeira derrota do Bruscão no quadrangular final na edição impressa do MDD.
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio