Bruscão cresce em número de torcedores no estado, indica pesquisa

Chapecoense foi o clube que teve o maior crescimento entre 2010 e 2017

Bruscão cresce em número de torcedores no estado, indica pesquisa

Chapecoense foi o clube que teve o maior crescimento entre 2010 e 2017

O Bruscão está entre os nove clubes mais lembrados de Santa Catarina. Após uma pesquisa realizada este ano pelo Instituto Mapa, 2% dos ouvidos mencionaram o nome do quadricolor.

A entidade comparou também os dados da última pesquisa realizada, em 2010, que revelou um crescimento, já que em 2010 apenas 1% dos entrevistados afirmaram que torciam para o Brusque.

A pesquisa de clubes do estado foi realizada perante a seguinte pergunta: considerando somente os times de Santa Catarina, por qual você torce em primeiro lugar? Os profissionais responsáveis pelo material entrevistaram mil pessoas, que responderam sobre suas preferências dentro do estado e também os clubes favoritos em todo o território brasileiro.

Preferências no estado
A Chapecoense foi o clube que obteve o resultado mais impressionante na pesquisa do Instituto Mapa. Se em 2010 o Verdão do Oeste contava com apenas 9% da preferência, em 2017 esse número triplicou e lidera a pesquisa com 26% dos votos.

A liderança é esmagadora: o segundo e o terceiro colocado – respectivamente, Joinville e Criciúma -, contam com 9%. O clube obteve muita simpatia pelas conquistas recentes e também pelo trágico acidente com o avíão que levava o clube para a final da Sul-Americana em novembro de 2016.

O resultado refletiu também na lista dos times nacionais preferidos. O clube catarinense apareceu na sexta colocação geral, acima de grandes equipes do cenário do futebol brasileiro como São Paulo, Palmeiras, Fluminense e Botafogo. Em 2010 o clube do Oeste sequer aparecia na lista dos mais votados do estado entre os times nacionais.

O Bruscão tem a mesma porcentagem de votos de Tubarão – de 0% foi a 2% – e Metropolitano, além de ser o mesmo número das pessoas que votaram em outros times que não apareceram na lista. O clube também está acima do Marcílio Dias, que de 2% em 2010 caiu para 1%. Já o Inter de Lages, que investe massivamente em mídia, subiu de 1% para 4%.

Os dois times de Florianópolis apresentaram quedas no número de interessados, sendo que o Avaí caiu bruscamente nas estatísticas. De 19%, o Leão foi para 8%, mais da metade. O Figueirense de 10% foi para 8%, comprovando que cada vez mais os clubes da capital se distanciam do topo, dominado por três clubes do interior do estado.

Além do número da Chape, outra estatística que surpreende diz respeito às pessoas que não torcem por nenhum time no estado. Foi a segunda opção mais votada, com 25%, ou seja, 16% mais do que o segundo colocado na lista de votação, demonstrando certa falta de interesse no futebol catarinense.

Preferências nacionais
O Flamengo segue como o queridinho do estado, está na liderança com 17% dos votos. Antes do segundo colocado, a opção mais votada foi sem clube. Na sequência vem o Grêmio (11%), o vice-líder da lista, na frente de Corinthians (10%) e Internacional.

Os clubes catarinenses que se destacam nessa lista são Chapecoense (6%), Figueirense (3%), Avaí (3%), Criciúma (2%) e Joinville (1%), comprovando que há uma diferença entre os torcedores exclusivos dos clubes catarinenses e aqueles que apenas simpatizam por times de suas regiões.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio