Bruscão e Camboriú começam a decidir a Série B do Catarinão neste domingo (23)

Marreco joga por dois empates para ficar com a taça. Primeiro jogo inicia às 10h30 no Robertão

Bruscão e Camboriú começam a decidir a Série B do Catarinão neste domingo (23)

Marreco joga por dois empates para ficar com a taça. Primeiro jogo inicia às 10h30 no Robertão

Aliviados após a conquista do acesso à elite do Catarinão, Brusque e Camboriú começam a decidir neste domingo (23) o título da competição. O primeiro jogo será realizado em Camboriú, no estádio Roberto Santos Garcia, com a volta marcada para o Augusto Bauer no domingo seguinte, dia 30.

Com o acesso garantido, a expectativa é de que os times façam um duelo aberto no Robertão. Com a melhor campanha, o Brusque precisa de apenas dois empates para se sagrar campeão, mas o técnico Mauro Ovelha diz que o time vai seguir com a mesma postura de jogo em busca de manter ou até mesmo ampliar a vantagem.

“Quando são dois jogos na final, o primeiro passa a ser importante porque é um encaminhamento para o segundo jogo. Tanto você pode vir vivo, quanto já estar morto”, comenta. “O Brusque vai jogar de maneira ofensiva. Equilibrado, logicamente, mas tentando vencer, até porque este jogo pode encaminhar tudo para o segundo”, destaca.

Sem favorito
A comissão técnica e jogadores do Bruscão destacam que será um confronto equilibrado, sem favoritos. Ovelha, o lateral Nequinha e o goleiro Wanderson consideram que os times são muito parecidos. “Se olharmos a competição, de modo geral, dá para se dizer que por tudo que aconteceu foram as duas equipes que mereceram chegar à final”, observa o treinador.

Para Nequinha, os times se assemelham tanto defensivamente quanto no coletivo. Ele também destaca que as equipes tiveram um crescimento parecido, mas diz que assim que a bola rolar, tudo isso ficará de lado. “É um momento que tudo isso fica em segundo plano, pois você tem que implantar o espírito de competitividade. Muitas vezes vai mais na garra do que vontade mesmo”.

O goleiro Wanderson lembra dos dois jogos difíceis que a equipe teve com o adversário. Situações que devem se repetir nos dois próximos domingos. “Primeiro jogo lá 0 a 0, com duas equipes bem centradas na marcação. Jogo em casa acabou empatando novamente com gol deles no finzinho de pênalti. Isso mostra que os times têm um equilíbrio muito bom, tanto para defender quanto atacar. Será um jogo equilibrado e aquele que errar menos com certeza sairá com a vitória”, destaca.

Pontos em comum
Além de campanhas praticamente idênticas, Brusque e Camboriú tem muitos outros pontos em comum. O Bruscão perdeu apenas uma vez, enquanto o rival duas. Os times também só se encontraram no certame após mudanças na comissão técnica. No Brusque saiu Leandro Campos para a entrada de Mauro Ovelha.

No Cambura, Rony Aguilar, até então membro permanente da comissão técnica do Cambura, entrou na última rodada do turno no lugar de Paulo Foiani para tirar o time da sétima colocação e deixar em segundo.

Outro fator em comum é que as duas equipes buscaram peças fundamentais para encorpar o grupo rumo ao acesso. O Brusque viu em Eliomar o camisa 10 que ainda procurava na competição, enquanto o Cambura confiou nos gols de Brasão para subir.

O jogo também coloca frente à frente as duas melhores defesas da competição. O Cambura sofreu apenas 7 gols em todo o certame, enquanto à meta do Bruscão foi vazada somente 9 vezes.

Sequência invicta
Os dois times também defendem longas invencibilidades. O Bruscão não perde há 11 jogos, desde a sétima rodada do turno, quando foi superado pelo Concórdia e sofreu seu único revés na competição.

O Cambura não sabe o que é ser derrotado há 10 partidas. A última foi para o Operário Mafra, por 1 a 0, na oitava rodada do turno, no jogo de despedida de Foiani. Além deste duelo, a equipe foi derrotada também pelo Juventus Seara (1 a 0), na terceira rodada da competição.

Tira-teima
Nas duas vezes que se enfrentaram até o momento na segundona, nenhuma equipe comemorou. No turno, em Camboriú, os times não passaram de um empate em 0 a 0 em um jogo fraco tecnicamente. Já no returno, o Bruscão abriu 1 a 0, comandou a partida, mas levou o empate no fim com gol de Brasão, de pênalti, já aos 45 minutos.

Meio time pendurado
O Bruscão vai para o primeiro confronto da final com meio time pendurado. Os jogadores Wanderson, João Neto, Negueti, Rogélio, Wendel e Jean Carlos estão com dois cartões amarelos e vão desfalcar a equipe no segundo duelo da final, caso sejam advertidos no domingo. O goleiro brusquense ainda será julgado na terça-feira em razão da expulsão no embate com o Concórdia, quando agrediu um jogador adversário.

Para o lateral Nequinha, no entanto, o excesso de jogadores pendurados não preocupa o grupo. “Não são só os 11. Todos que vieram foram escolhidos a dedo justamente para quando precisar, nestas horas, entrar e dar conta do recado”, diz. Irreverente, o jogador – que é peça constante como uma das alternativa no time principal – brinca com a situação. “Quem está pendurado, não precisa se preocupar não, pode dar o máximo, porque quem está fora está louquinho para entrar e dar o máximo também”, diz, aos risos.

Sem volantes
O técnico Mauro Ovelha tem uma grande preocupação para o primeiro jogo decisivo. Nenhum dos quatro volantes de origem está disponível para a partida. Mineiro foi operado no joelho na terça-feira, enquanto o substituto imediato, Wendel, segue lesionado. Faísca, que jogou na segunda-feira, recebeu o segundo amarelo e está suspenso, enquanto Simião, titular da equipe de Leandro Campos jogando no meio, teve uma lesão agravada durante esta semana e também está fora.

“Seremos obrigados a improvisar, com Negueti, Nequinha ou um atacante A ideia é manter o time como vem jogando e a gente vai estudar a melhor forma de fazer isso, mas é uma questão difícil também porque todas as opções do setor estão fora”, comenta Ovelha. A expectativa é de que o treinador mande a campo: Wanderson; João Neto, Cleyton, Rogélio e Flavinho; Negueti (Nequinha); Carlos Alberto; Paulinho e Eliomar; Tony e Eydison.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio