Bruscão empresta atletas para economizar e manter forma física

São cinco jogadores com contrato renovado que atuam por outros clubes por empréstimo

Bruscão empresta atletas para economizar e manter forma física

São cinco jogadores com contrato renovado que atuam por outros clubes por empréstimo

 

Sem partidas oficiais até o dia 8 de outubro, a diretoria do Bruscão encontrou uma alternativa para manter parte do elenco já contratado em boas condições de jogo para Copa Santa Catarina e também a próxima temporada. Dos 13 atletas com renovação, cinco deles estão emprestados para times que disputam a segundona do Catarinense.

A estratégia serve para manter a forma física da equipe e também economizar, já que os times que contam com esses atletas por empréstimo são os responsáveis pelo pagamento do salário. O goleiro Dida reforça atualmente o plantel do Juventus, de Jaraguá. A dupla de ataque Careca e Wilson Jr. encantam em dois clubes diferentes, respectivamente o Barra e o Concórdia. Também no Concórdia está o zagueiro Neguete.

Já Leilson atua pela Série B do Brasileirão, no Juventude, e não volta para a Copinha – embora deva se apresentar ao Brusque para o Catarinão 2018. Os demais atletas estão de férias, mas com recomendação para que pratiquem exercícios e mantenham a forma física. Os jogadores emprestados devem retornar para o Brusque ao fim do Catarinense Série B.

Retorno em setembro
Ainda não é oficial, mas segundo o diretor de futebol do Brusque, Carlos Beuting, a reapresentação do time para os treinos da copinha é estudada para ser nas primeiras semanas de setembro. Por esse motivo, os demais jogadores que não encontraram colocação em outros clubes não devem mais ser emprestados. “Só se aparecer algum time de grande visibilidade, do contrário não faz sentido emprestar e logo precisar do retorno destes atletas”, explica Beuting.

O dirigente revelou ainda que o clube tomou outra atitude em comparação a 2016. Embora tenham emprestado atletas, os diretores do quadricolor induziram grande parte do elenco a jogarem pelo Marcílio Dias, que vivia momento péssimo na segundona estadual. O clima ruim do rubro-anil prejudicou e rachou parte do elenco, que chegou a ter atraso de salários. “Não foi uma boa ideia, e nós compreendemos isso. Por isso demos liberdade aos atletas para acertarem com os times que quisessem. Também tomamos o cuidado para que não fossem muitos jogadores para um clube só”, afirma Beuting.

Atletas emprestados:
Dida (Juventus)
Neguete (Concórdia)
Wilson Junior (Concórdia)
Careca (Barra)
Leilson (Juventude)

Atletas em férias:
Eurico
Carlos Alberto
Carlos Magno
Ronaell
João Carlos
Luizinho
Baianinho
Mineiro

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio