Bruscão enfrenta Avaí em busca de uma vitória crucial

Só os três pontos interessam ao Marreco para continuar com chances de classificação

Bruscão enfrenta Avaí em busca de uma vitória crucial

Só os três pontos interessam ao Marreco para continuar com chances de classificação

O Bruscão não pode pensar em outro resultado que não seja a vitória sobre o Avaí se quiser continuar a sonhar com o quadrangular final do Catarinense. Os times se enfrentam nesta quarta-feira, 13, às 19h30, na Ressacada. O Marreco tem apenas quatro pontos, de 15 disputados, mas o fato de ter um jogo a menos que os adversários faz a equipe quadricolor ainda vislumbrar chances de classificação. Contando com possíveis três pontos do jogo atrasado contra o Atlético de Ibirama, o clube encurtaria a distância para os líderes. No entanto, antes de enfrentar a equipe do Alto Vale, o Bruscão tem que fazer sua parte diante do Leão e depois buscar pontos contra o time de Blumenau, novamente fora de casa. 

O auxiliar-técnico João Bandoch, ainda confia na recuperação, apesar de lamentar o fato de a equipe ter desperdiçado a oportunidade de estar numa posição mais confortável na tabela. “Poderíamos ter conquistado pelo menos um ponto em Florianópolis e outro em Criciúma”, diz, ainda lembrando das derrotas para Figueirense e Criciúma nas duas primeiras rodadas da competição. Para o confronto diante de outro grande, Bandoch espera que o time repita o bom desempenho das primeiras rodadas, mas saia de campo com um resultado diferente. Ele credita a queda de rendimento diante do Marcílio Dias, no clássico de domingo, ao forte calor, mas confia que o time tem condições de sair da Capital com os três pontos. Bandoch pede precaução aos atletas em relação à crise que vive o adversário e diz que a situação torna a partida mais complicada para o Brusque. “Pegar um time grande nestas condições é pior, porque existe uma pressão significativa e a necessidade de reagir”, comenta.

O lateral-direito Iury também vê como um problema a mais enfrentar o rival numa situação desfavorável na tabela. ” Eles vão querer se recuperar no campeonato e isso pode ser até pior”, ressalta. Para o jogador, o time precisa manter a posse de bola para segurar o ímpeto adversário. “O caminho (para a vitória) é esse que a gente vem fazendo. Vamos buscar o resultado dentro da casa deles”.

O lateral aproveitou a oportunidade para pedir apoio dos torcedores ao concorrente de posição, João Neto, que chegou a ser vaiado, domingo, no Augusto Bauer. “O João Neto vem fazendo um bom jogo, mas o torcedor, às vezes, não entende que em alguns momentos ele precisa marcar e não pode sair para jogar”, comenta, ao lembrar do confronto contra o Marinheiro. “No primeiro tempo, o atacante deles abriu bem pelo lado do João Neto e ele não pôde sair muito. Como no segundo tempo a gente precisava do resultado, e eu estava mais descansado, o Pingo fez a substituição para irmos para cima”, explica.

Tarcísio vai para o jogo

O técnico Pingo já tem definido os jogadores que iniciam o jogo na Ressacada. O treinador vai manter a mesma equipe que empatou em 0 a 0 com o Marinheiro. O lateral-esquerdo Gilton, com contusão muscular, segue em recuperação, mas deve voltar a campo no domingo, no clássico diante do Metropolitano. O substituto do jogador, Tarcísio, sentiu o adutor da coxa esquerda e também chegou a ser dúvida. Ele não esteve nos treinamentos durante a semana, mas, ontem, participou normalmente das atividades e deve estar apto para começar a partida. Na terça-feira, o técnico Pingo chegou a cogitar usar Iury improvisado caso o atleta não tivesse condições de jogo. O Bruscão já está em Florianópolis desde o início da tarde de ontem. No último treinamento no CT Rolf Erbe, Pingo realizou o tradicional rachão. Após a atividade, o treinador enfatizou jogadas de bolas paradas e corrigiu o posicionamento dos atletas. A partida entre Avaí e Brusque será apitada por Edmundo Alves do Nascimento. Ele será auxiliado por Josué Gilberto Lamim e Joel Reis Alves Júnior.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio