Bruscão precisa vencer o Operário para depender apenas de si na última rodada

Time embarcou nesta terça-feira, 11, com expectativa de dar mais um grande passo para o acesso em Mafra

Bruscão precisa vencer o Operário para depender apenas de si na última rodada

Time embarcou nesta terça-feira, 11, com expectativa de dar mais um grande passo para o acesso em Mafra

Na noite desta quarta-feira, 12, no estádio Pedra Amarela, em Mafra, o Bruscão tem mais um grande desafio para voltar à elite do Campeonato Catarinense. Diante do Operário, a partir das 20h30, a equipe brusquense precisa vencer para depender apenas de um triunfo simples no domingo, contra o Juventus Seara, e confirmar a classificação.

Em caso de tropeço em um dos dois jogos, o Marreco necessita que o Camboriú não vença o Hercílio Luz nesta quarta-feira e o Porto no domingo, 16, ou que o Atlético Tubarão não ganhe do próprio Operário Mafra domingo, já que o Peixe já tem os três pontos desta penúltima rodada garantidos sobre Blumenau.

A hipótese de depender de resultados, no entanto, não passa pela cabeça dos atletas. Depois de retornar ao G2 a três rodadas do fim, os jogadores do Bruscão sabem que um tropeço agora será fatal rumo ao objetivo, conforme destaca o meia Paulinho. “A gente viveu uma situação incomoda, ficamos dependendo de resultados, eles aconteceram, e hoje dependemos somente das nossas forças. Não tem para onde correr. Só a vitória nos interessa para decidir tudo em casa”, observa.

Os atletas embarcaram nesta terça-feira, 11, logo após o almoço, motivados para o confronto. Segundo o técnico Mauro Ovelha, a expectativa da equipe é fazer uma grande partida para coroar a campanha com o acesso no domingo. “É um jogo importante, decisivo. Vamos procurar fazer nossa parte, porque nosso sucesso depende apenas do nosso esforço e vamos lutar muito para que isso aconteça”, diz.

Equipe com mudanças
Em Mafra, o Bruscão novamente contará com Wendel no lugar do lesionado Mineiro. A equipe terá ainda outra mudança no setor defensivo. O zagueiro Cleyton, expulso na vitória sobre o Juventus, dá lugar a Negueti. O restante do time deve ser o mesmo que já vinha atuando na última rodada. O Bruscão deve entrar em campo com: Wanderson; João Neto, Rogélio, Negueti e Flavinho; Wendel, Carlos Alberto, Paulinho e Eliomar; Tony e Eydison.
Arbitragem

O árbitro Célio Amorim apita a partida entre Operário e Brusque. Ele será auxiliado por Alex dos Santos e Antônio Lourival da Luz. Há dez dias, Amorim apitou a partida entre Brusque e Camboriú no Gigantinho. Na ocasião, teve uma arbitragem ruim, que acabou com pênalti polêmico que decretou o empate dos visitantes aos 45 minutos do segundo tempo.

Como foi no primeiro turno

A equipe do Operário foi responsável pelo primeiro tropeço do Bruscão na Série B. Os times se enfrentaram em 18 de junho, uma quinta-feira, na estreia do Marreco em casa. Em meio à chuva e e um campo alagado, as equipes protagonizaram um jogo ruim e não passaram de um empate sem gols no Gigantinho.

No reencontro dos times nesta quarta-feira, 12, mesmo com o adversário já eliminado, a comissão técnica brusquense pediu atenção especial aos atletas sobre os perigos da partida. “Com certeza será uma adversário que vai nos causar dificuldades, que está fora da competição, mas vai brigar muito, assim como foi o Juventus no domingo. Vamos preparados para um jogo forte”, diz Ovelha.

 

brusque

 

gangorra brusque

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio