Bruscão vai para o tudo ou nada contra o Joinville na Copa Santa Catarina

Vitória coloca time na final da competição, mas derrota elimina o quadricolor

Bruscão vai para o tudo ou nada contra o Joinville na Copa Santa Catarina

Vitória coloca time na final da competição, mas derrota elimina o quadricolor

O destino reservou para o Brusque a última rodada da Copa Santa Catarina para lutar por vaga na grande final. Depois de um começo nada promissor, mesmo assim a equipe tem chances claras de se classificar para a grande decisão. Basta uma vitória contra o Joinville no próximo domingo, 16h30, na Arena.

Mais uma vez, Bruscão e tricolor se cruzam em uma partida decisiva na Copinha. Foi assim em 2008, quando o quadricolor conquistou o seu segundo título da competição dentro da Arena Joinville; em 2010, com mais um título conquistado na casa do JEC; e em 2011, quando dessa vez o Coelho levou a melhor, tanto fora quanto dentro de casa.

Pela outra partida do domingo, também 16h30, no estádio Vidal Ramos Junior, em Lages, jogam o time da casa – Internacional de Lages, já eliminado da Copinha – e o Tubarão. Caso vença, o Peixe garante vaga na final. Já se empatar ou perder, dependerá de um triunfo do Joinville diante do Brusque.

No limite
Na tarde de quinta-feira, 16, o Bruscão treinou no calor de 34º que assolou a região. O campo escolhido foi o do América, no bairro Steffen, que foi muito elogiado pela comissão técnica devido a qualidade do gramado e o bom cuidado do campo e dos vestiários.

Jefferson Renan é a opção caso Wilson Junior não possa jogar. Foto: Cristóvão Vieira

Durante o treino tático, porém, muitas peças faltaram. Além de João Carlos e Mineiro, que tiveram lesões mais graves e estão fora de combate durante todo o campeonato, também são dúvidas os atacantes Edu e Wilson Junior e o volante Ruan.

Edu e Ruan estiveram no campo, mas enquanto o volante correu pelo campo, o centroavante ficou no banco de reservas a maior parte do tempo. Já Wilson Junior não apareceu no campo do América. O técnico Picoli não garantiu a presença de nenhum dos três em campo. “Não tenho a confirmação de que estarão aptos a jogar. A certeza eu só vou ter mais próximo da partida”, completa.

No caso de Ruan, a substituição precisou ser feita em cima da hora. Estava tudo certo para o atleta começar jogando contra o Inter de Lages no domingo, mas no aquecimento antes do jogo ele sentiu dores e foi substituído de última hora por Eurico.

Cheio de problemas nas mãos, Picoli prega o mesmo mantra desde que chegou no clube: paciência. “Vamos ter calma e trabalhar com o que temos. Não podemos é pecar pelo excesso. Temos que saber os momentos corretos de agir, a vitória é o que nos interessa e vamos atrás deste resultado”.

Com as dúvidas, a tendência é que a equipe entre em campo contra o JEC nesta configuração: Dida; Maurício, Alyson, Neguete e Ronaell; Eurico, Adãozinho (Ruan), Gustavo Xuxa e Jean Dias; Wilson Junior (Jefferson Renan) e Edu (Aldair).

Cobrança na defesa
Após cinco gols e 10 gols sofridos, a defesa do Bruscão passou a ser o setor com a maior cobrança, tanto interna quanto externamente, por parte da torcida. Principalmente na circunstância da maioria dos gols sofridos pelo quadricolor, com bobeiras e apagões dos jogadores de trás.

O goleiro Dida chamou a responsabilidade, e disse que sabe sobre os problemas que vêm acontecendo, mas que para o jogo contra o Joinville a concentração é total. “Sabemos o quanto é importante essa partida. Queremos a vaga e o título. Vamos procurar vencer para alcançar esse objetivo. Nós estamos tomando gols bobos, mas tem que ter tranquilidade. A gente vinha da cobrança da vitória contra o Inter e conseguimos. Temos consciência de que precisamos melhorar muito”.

As possibilidades
A situação do Brusque na Copa Santa Catarina é bastante simples: se vencer o Joinville, está na final da competição. Derrota ou empate significa fim da linha. É um extremo ou outro para o quadricolor.

Porém, resta saber quem seria o finalista junto com o Bruscão na final da Copinha, caso de fato o time avance. Caso o Tubarão empate ou vença o Inter de Lages, a final seria com o Peixe, sendo o primeiro jogo em Brusque e o segundo no estádio Domingos Gonzales.

Porém, se o time do Sul perder do já eliminado colorado, a decisão é com o Joinville, sendo que o Brusque terminaria como líder da Copa e, portanto, o segundo jogo da decisão seria no Augusto Bauer.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio