Bruscão vira para cima do Tubarão e volta a vencer na Divisão Especial

Marreco perdia por 1 a 0 até os 30 minutos da segunda etapa

Bruscão vira para cima do Tubarão e volta a vencer na Divisão Especial

Marreco perdia por 1 a 0 até os 30 minutos da segunda etapa

O Brusque reencontrou a vitória na Divisão Especial. Após duas derrotas consecutivas, o Marreco superou Tubarão por 2 a 1 no Sul do Estado e venceu a primeira no returno da competição. O triunfo veio depois de uma partida dramática, com direito a virada no fim da partida. 

A equipe da casa começou melhor, enquanto o Brusque assustava somente nas bolas paradas. O Tubarão levava perigo com Maikinho e Rogério Abreu, que aproveitavam alguns espaços deixados pela equipe quadricolor.

A partir dos 15 minutos iniciais, o Bruscão começou a sair para o jogo e teve a chance de abrir o placar com Eydison, mas o atacante não conseguiu o domínio da bola e perdeu boa oportunidade. O gol do time da casa veio com Alex Goiano. Maikinho cobrou falta na área, a bola espirrou no braço de Neguetti e o juiz Raimundo da Luz Nascimento assinalou pênalti. Fabão ainda defendeu a cobrança, mas o próprio jogador adversário completou no rebote.

Com o gol, o Brusque passou a sair mais para a partida e tomou a iniciativa do jogo. O Marreco tinha mais posse de bola e anulava as investidas de contra-ataque da equipe adversária. Apesar disso, não criava oportunidades de gol para empatar.

O técnico Rogério Perrô mostrou convicção e optou por não mexer na equipe durante o intervalo. “Precisamos continuar jogando bem e vamos ganhar este jogo. É preciso melhorar o último passe. Conversamos isso ai e vamos colocar em prática”, justificou. 

No entanto, os primeiros minutos da etapa final mostraram um Brusque acuado atrás, diante de um Tubarão que pressionava já na saída de bola. O treinador Hélio Vieira foi ousado e trocou o meia Carlos Henrique pelo atacante Manu. O objetivo era que o jogador ocupasse os espaços deixado por João Paulo. “Vou entrar para aproveitar o lado direito do campo para gente tentar ampliar o placar”, disse o atleta.

O time da casa começou a assustar nas bolas paradas e perdeu boas oportunidades de fazer o segundo gol. As principais chances vieram após cabeçadas de Rodrigão e Gesiel. Primeiro o jogador parou em Fabão, no segundo lance, a bola passou por cima, com o goleiro já batido.

O Brusque só chegou pela primeira vez no segundo tempo aos 15 minutos com Flavinho. Em boa jogada individual, o jogador invadiu a área, mas bateu por cima da meta de Giovani. Rogério Perrô fez duas mudanças para buscar o placar. Tirou Flavinho para entrada de Santos, e colocou Cidinho na vaga de Roberto Jacaré.

O atacante deu mais mobilidade ao setor ofensivo, enquanto Santos jogou mais encostado em Serginho. Mas quem teve a chance de chegar ao gol foi Tubarão. A zaga do Brusque deu bobeira e Juca mandou na trave.
A partir do lance, o Bruscão passou a tomar conta do jogo, mas ainda errava no último passe. As principais oportunidades eram com Serginho em bolas paradas. Em uma das jogadas, saiu o primeiro gol do Marreco.

O meia cruzou na área e Cidinho completou para as redes aos 31 minutos. Dois minutos depois, o Marreco virou. Thiago Ferreira finalizou bem, a bola ainda desviou em Rodrigão antes de entrar no canto esquerdo de Giovani.

Com o placar nas mãos, Rogério Perrô imediatamente tirou o autor do gol para colocar o volante Néris. O Tubarão foi para o tudo ou nada e deixou os contra-ataques para equipe visitante. O Brusque ainda perdeu uma boa oportunidade com João Paulo. A equipe da casa explorou as bolas aéreas, mas não conseguiu furar a defesa do Marreco. 

O Bruscão volta a jogar agora no próximo domingo, quando recebe o XV de Outubro no estádio Augusto Bauer. O time terá o desfalque do atacante Eydison para a partida. A principal expectativa está em torno da volta do lateral-direito Saraiva, que se recupera de contusão.


Ficha técnica
2ª rodada – returno
Tubarão x Brusque
Estádio: Domingos Gonzales, em Tubarão
Data: 14/7/2013 – Hora: 16h
Tubarão: Giovani; Hugo de Leon (Baiano), Rodrigão, André Ricardo e Juca; Gesiel, Carlos Henrique (Manu), Evandro e Alex Goiano; Rogério Abreu e Maikinho (Clébinho). Técnico: Hélio Vieira.
Brusque: Fabão; João Paulo, Alexandre Carvalho, Neguetti, Flavinho (Santos); Fabinho, Eurico, Serginho, Thiago Ferreira (Neris); Eydison e Roberto Jacaré (Cidinho). Técnico: Rogério Perrô
Gols: Alex Goiano  20/1ºT (T); Cidinho 31/2°T (B), Thiago Ferreira 33/2°T (B).
Cartões amarelos: Hugo de Leon, Rogério Abreu, Alex Goiano (T); Roberto Jacaré, Eydison (B)

Returno – Jogos da 2º rodada: 
sáb. XV de Indaial 3×2 Porto
dom. Tubarão 1×2 Brusque
dom. Concórdia 1×1 Caçador
dom. Canoinhas 1×0 Imbituba
qui. Marcílio Dias x Hercílio Luz


Confira a cobertura completa da partida na edição impressa desta segunda-feira, 15 julho.
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio