Bruscão volta a jogar mal, fica no empate com Canoinhas e cai para sexto no returno

Time chega a terceira partida consecutiva sem marcar gols

Bruscão volta a jogar mal, fica no empate com Canoinhas e cai para sexto no returno

Time chega a terceira partida consecutiva sem marcar gols

O Bruscão não passou de um empate em 0 a 0 com o Canoinhas e complicou sua situação na Divisão Especial do Campeonato Catarinense. O resultado deixou a equipe na sexta colocação do returno, com oito pontos, quatro atrás do Marcílio Dias. 

O Marinheiro ainda tem um jogo a menos e pode aumentar a diferença para sete, após duelar com o Imbituba, quarta-feira, fora de casa. Com o 0 a 0, o Marreco completou 270 minutos sem balançar as redes. A última foi na vitória por 3 a 0 sobre o XV de Outubro, pela terceira rodada do returno.

Enquete

Os dois times fizeram uma partida de baixa qualidade técnica e sem grandes oportunidades de gols, as principais foram do Brusque, mas o time abusou do erro nas finalizações. Eydison e Cidinho, abaixo da média, pouco acrescentaram para o setor ofensivo do Marreco. 

Nem a entrada de Santos, próximo ao ataque, fez com que o clube tivesse forças para furar a defesa do Canoinhas. O jogador ainda foi substituído no fim da partida por Renan, quando o Marreco já buscava o placar no desespero. Saraiva, que retomou a condição de titular no lugar de João Paulo, também pouco apareceu.

O jogo
A primeira boa oportunidade da partida foi do Brusque. Aos sete minutos, Saraiva cruzou, mas Eydison não conseguiu fazer o desvio. O Canoinhas respondeu na sequência com Marcelo, mas ele chutou fraco, nas mãos de Fabão. Jairo perdeu outra chance dois minutos depois, mas chegou atrasado e não conseguiu desviar para o gol. 

A melhor oportunidade do Marreco na etapa inicial foi com Cidinho. Ele aproveitou cruzamento de Alexandre Carvalho aos 25 minutos, mas Paraiba salvou o gol em cima da linha. Fabinho também perdeu boa chance. Sozinho, raspou de cabeça na bola, mas não conseguiu completar para o gol. 

Segundo tempo
O segundo tempo começou com o Canoinhas no ataque. Logo aos dois minutos, em saída errada de Saraiva, Magno ficou de frente para Fabão, que fez boa defesa e evitou o gol adversário. O Brusque apresentava problemas na criação, enquanto o ataque seguia desperdiçando finalizações.

O time chegou a ter uma breve melhora com a entrada de Thiago Ferreira no lugar de Eurico, aos 11 minutos, mas o próprio atleta perdeu duas boas oportunidades. Em uma finalizou mal, na outra demorou para chutar e permitiu que a zaga adversária fizesse o corte.

Rogério Perrô ainda colocou Luís André no lugar de Alexandre Carvalho, deslocando Fabinho para a zaga. Pouco depois, levou um susto ao ver André passar por Fabão, mas não conseguir a conclusão.

Thiago Ferreira ainda chutou uma bola no ângulo no fim da partida, mas Rudy fez grande defesa. O Canoinhas também teve a chance de sair com a vitória, mas Fabão evitou o gol após contra-golpe rápido ao mandar para escanteio.

Confira a reportagem completa e a repercussão do empate do Bruscão na edição impressa do MDD desta segunda-feira, 12 de julho.
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio