Bruscão volta a perder para Chapecoense e fica em situação delicada no Estadual

Equipe não teve forças para superar o adversário e amargou novo revés no Oeste

Bruscão volta a perder para Chapecoense e fica em situação delicada no Estadual

Equipe não teve forças para superar o adversário e amargou novo revés no Oeste

O Bruscão voltou a ser derrotado pela Chapecoense e ficou em situação delicada no hexagonal final do Campeonato Catarinense. Nos dois duelos diretos contra a equipe do Oeste, nenhum ponto somado. Como consequência, a equipe caiu do primeiro para o quarto lugar na tabela de classificação do hexagonal. A derrota por 2 a 0 foi a terceira do Brusque para o adversário em menos de um mês. Foi também a segunda consecutiva do time brusquense, que chega a uma sequência de três partidas sem vitórias.


O jogo
O jejum no ataque fez com que o técnico Joceli dos Santos optasse por mexer na equipe brusquense. Entre Eydison e Ricardo Lobo, o escolhido para ser sacado foi o último, que não marca desde a vitória por 2 a 0 sobre o Atlético de Ibirama em 19 de fevereiro. O outro vive um jejum ainda maior. Só marcou uma vez em 15 partidas pelo Estadual. Foi na vitória por 3 a 1 sobre o Juventus ainda na terceira rodada.

Com Aldair vetado novamente por lesão, Joceli optou por povoar o meio campo e jogar com apenas Eydison na frente. Eurico, Eliélton, Serginho, Rafael Bitencourt e Mazinho formaram o quinteto responsável por conter o ataque adversário e abastecer o camisa nove na frente. 

Mesmo com a estrategia de fechar o meio, Fabiano achou espaço para avançar aos 12 minutos, e da entrada da área, bateu no canto esquerdo de Wanderson para por a Chape na frente. A bola ainda trocou na trave direita do arqueiro antes de entrar.

O jogador adversário, junto com o goleiro alviverde, foram os nomes do jogo. Aos 32, ele quase aumentou o placar, mas a bola explodiu na trave de Wanderson e saiu. A grande chance do Brusque foi com Rafael Bitencourt, dez minutos depois. Jogador mais lúcido do Bruscão, o meia também carimbou a trave, mas, na volta, Eliélton tentou de voleio e perdeu.

Etapa final
Sumido na etapa inicial, Eydison resolveu aparecer no jogo logo nos primeiros segundos do tempo regulamentar. Ele invadiu a área e finalizou bem de canhota, mas Danilo fez boa defesa. A Chape respondeu aos 14 com Régis. O artilheiro do campeonato saiu na cara de Wanderson, que fez o desvio. A bola ainda bateu na trave antes de sair. 

Com Ricardo Lobo na vaga de Elieton, Joceli dos Santos voltou ao esquema com dois atacantes para tentar buscar o empate. Ele quase veio aos 25. Depois de tabela entre Eydison e Ricardo Lobo, a bola chegou em Mazinho, mas Danilo novamente salvou o Verdão do Oeste.

O gol que deu tranquilidade aos donos da casa saiu cinco minutos depois, novamente com Fabiano. Em, cobrança de falta ensaiada, Régis rolou para o lateral, que bateu no canto de Wanderson para decretar o placar de 2 a 0.

Os dois times voltam a jogar agora na quarta-feira. O Brusque vai a Ressacada encarar o Avaí, enquanto a Chapecoense joga fora de casa diante do líder Marcílio Dias.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio