Brusque aposta em nova safra no tênis de mesa no Jasc

Equipe confia novos mesatenistas para ficar entre os cinco primeiros

Brusque aposta em nova safra no tênis de mesa no Jasc

Equipe confia novos mesatenistas para ficar entre os cinco primeiros

Renovação é o segredo da equipe brusquense de tênis de mesa que vai até Itajaí disputar os Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc). A média de idade entre os cinco atletas participantes, 22 anos, não é tão jovem para a modalidade, mas esta edição será de estreia para pelo menos três deles. Giovane Postingel, Iuri Silva e Douglas Santos serão os ‘calouros’ dos Jasc. Completam a delegação os mais experientes Gustavo Vinotti, que conta com três Jasc em sua carreira, e o próprio coordenador da delegação, Gabriel Schwartz. O último participa da competição intermunicipal há 15 anos. No mesmo período coordena a equipe brusquense nas competições fora do município, já que é fundador e presidente da Associação Brusquense de Tênis de Mesa (ABTM).
Otimismo na projeção
Comparado com o desempenho brusquense na história dos Jasc, Schwartz faz uma projeção bastante otimista. Segundo ele, a equipe briga para ficar entre os cinco primeiros. Brusque, no entanto, só conquistou esse feito uma vez em sete anos. Em 2007, 2009 e 2011, a cidade sequer participou do tênis de mesa. No ano passado, o município ficou em 12º lugar. Em 2010, ano em que Brusque sediou o evento, ocorreram os melhores resultados até então: Um quarto lugar com o naipe feminino e um quinto com o masculino. Em 2008, os Jasc foram cancelados devido às enchentes ocorridas no estado.

O município nunca levantou um troféu na modalidade, disputada desde 1962. No entanto, Schwartz sustenta as boas expectativas no histórico recente de Brusque em competições. Segundo ele, o município é destaque no cenário do tênis de mesa catarinense. “Estamos sempre presentes nos circuitos estaduais. Já revelamos mesatenistas e conquistamos títulos importantes”, explica.

Uma das provas de que Brusque pode revelar bons mesatenistas é Gustavo Vinotti. O atleta, que vai disputar os Jasc, conquistou bronze em uma competição nacional em 2012. Em uma intensa disputa na Copa Brasil Sul de Tênis de Mesa, na qual participaram cerca de 300 atletas e 56 clubes, ele surpreendeu e levou a medalha pra casa na categoria Adulto Masculino.

A brusquense Cíntia Molinari também tem se destacado recentemente. Ela sagrou-se campeã estadual na categoria Infantil Feminino no ano passado. No Circuito Catarinense de Tênis de Mesa 2013, conquistou duas medalhas de ouro. Na 43ª edição do Campeonato Brasileiro, chegou as quartas de final. Apesar dos bons resultados, Brusque não terá atletas do naipe feminino em Itajaí.
Treinos para surpreender
Ciente de que irá competir com municípios que contratam atletas olímpicos para representar suas delegações, Schwartz segue treinando intensamente os brusquenses que disputarão os Jasc. A equipe da ABTM faz treinos físicos e táticos de segunda a sexta-feira. Para aprimorar a técnica na mesa, os atletas aprimoram musculação com pesos leves, praticam saltos e corridas. “São treinos aeróbicos voltados para um melhor deslocamento durante a partida”, explica o coordenador.

No entanto, mais importante do que o físico é o psicológico do atleta, na visão do experiente comandante da equipe brusquense, é a concentração. “O atleta pode estar bem fisicamente, mas se estiver desconcentrado, de nada adiantará. É preciso boa alimentação, respiração e, principalmente, boas noites de sono”. O atleta de tênis de mesa precisa de reflexos e antecipação das jogadas adversárias. Para aprimorar essas técnicas, só com os treinos na mesa, como afirma Schwartz. “Fazemos muita repetição de jogadas, com intensa movimentação”.
Associação de portas abertas
Sem poder contar, muitas vezes, com atletas adultos, Brusque precisa apostar nas jovens promessas para competições estaduais. Para isso, é necessário renovar a ‘safra’ de atletas todos os anos. Sabendo disso, Schwartz reforça a importância da prática de esportes na vida do adolescente. “Muitos pais acham que o esporte deve ficar em segundo plano. Primeiro os estudos, depois o trabalho, e por último o esporte. Por isso não temos continuidade com atletas mais velhos. Vejo o esporte como um auxiliador dos estudos e do trabalho”.
A ABTM aceita inscrições de interessados na prática do tênis de mesa. Todas as idades são aceitas. A Associação fica no terceiro piso do Pavilhão da Fenarreco.

Atletas que representarão Brusque no tênis de mesa

Gustavo Vinotti
Giovane Postingel
Iuri Silva
Douglas Santos
Gabriel Schwartz

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio