Brusque conquista empate, se salva e rebaixa o Inter de Lages no Campeonato Catarinense

Placar de 1 a 1 em jogo tecnicamente fraco manteve o Bruscão na elite estadual e derrubou o Leão Baio

Brusque conquista empate, se salva e rebaixa o Inter de Lages no Campeonato Catarinense

Placar de 1 a 1 em jogo tecnicamente fraco manteve o Bruscão na elite estadual e derrubou o Leão Baio

Fim da agonia para o Bruscão! Após um campeonato abaixo da crítica, o time conseguiu arrancar empate com o Inter de Lages – saiu perdendo para o adversário, mas conseguiu igualar em 1 a 1 – e se salvou do rebaixamento no estadual. Ao mesmo tempo, com o resultado, o time lageano caiu para a segundona catarinense, pois precisava da vitória.

A partida foi realizada na tarde deste domingo, 1, no Augusto Bauer, e foi válida pela última rodada do Campeonato Catarinense. Os dois rebaixados para a segundona de 2019 são Concórdia e Inter, e os finalistas são Chapecoense e Figueirense. O quadricolor encerrou o campeonato com sequência péssima: sete jogos sem vencer no total e seis jogos sem triunfar dentro do Augusto Bauer.

Esquecível
O Augusto Bauer já foi palco de partidas do Campeonato Municipal de Futebol Amador com qualidade superior ao que se viu no primeiro tempo entre Brusque e Inter de Lages. Uns torcedores se irritavam e outros acompanhavam silenciosos o festival de erros de ambas as equipes, que enfim mostraram o porquê de estarem onde estão na tabela.

Embora o Bruscão tenha dominado a posse de bola e buscado o gol com mais afinco, isso não significou que o Inter não teve chances. A sorte do quadricolor é que o ataque do Leão, capitaneado pelo pesadíssimo Raphael Lucas – Max cumpriu suspensão automática na partida – não fazia cócegas no goleiro André Luiz.

Um dos principais lances foi uma polêmica logo aos 12 minutos. Jefferson Renan pegava bola limpa de frente com David na área, mas sofreu carga do adversário e caiu. O árbitro entendeu que ele se jogou e nada marcou. Jefferson Renan também teve boa oportunidade aos 21, quando Edilson cruzou para ele, que até chegou a escorar, mas a bola subiu.

O lance que praticamente resumiu a temporada do Brusque foi aos 24 minutos. O time tinha falta boa e frontal para cobrar, tentou uma jogada ensaiada que o Inter interceptou. Logo, os adversários correram para o ataque, ninguém protegeu o lado direito, a bola foi cruzada mas Luizinho tocou pra fora, para sorte do quadricolor.

O empate já bastaria para a permanência do Brusque, mas a torcida queria a vitória e não ficou satisfeita com o primeiro tempo. Na base de algumas vaias, o Bruscão entrou no vestiário para receber a bronca de Pingo.

Emoção até o fim
O coração do torcedor brusquense parou quando a bola lançada na área quadricolor tocou na mão de Edilson aos 19 minutos do segundo tempo. O árbitro marcou o pênalti e Raphael Lucas caminhou a passos lentos rumo ao gol: bola pra direita, André Luis pra esquerda.

Por sorte, o sufoco foi aliviado na sequência com informações de Criciúma. O Tigre vencia o Hercílio Luz por 1 a 0, eliminando as chances de rebaixamento do quadricolor. Mas, para não deixar dúvidas, o time foi em busca do empate, e aconteceu com dedo do técnico Pingo e suas alterações em busca do ataque. Wilson Junior recebeu na área, conseguiu o drible na defesa e mandou pra confusão. Rafinha chegou completando para as redes.

A equipe ainda teve chances claras de marcar o gol da virada, principalmente aos 40 minutos. O goleiro David chutou a bola, ela parou na poça de água, Wilson Junior tocou para Luizinho que, livre, chutou fraco nas mãos de David. A torcida ia ficando mais tranquila na medida que o tempo passava, mas o Leão Baio corria atrás do gol da vitória. Por sorte, os atacantes adversários tinham a pontaria bastante questionável.

No apito final, decretados os futuros das duas equipes. O Bruscão continua na elite do futebol do estado, já o Inter de Lages disputa a segundona em 2019.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio