Brusque derrota Avaí no Augusto Bauer

Com gol de Mineiro e homenagem à surfista que salvou vida no Itajaí-Mirim, Brusque derrota o Avaí

Brusque derrota Avaí no Augusto Bauer

Com gol de Mineiro e homenagem à surfista que salvou vida no Itajaí-Mirim, Brusque derrota o Avaí

Com gol do herói Mineiro, que homenageu o surfista Fabiano Debrassi na comemoração – a dupla foi responsável pelo salvamento de uma vida no Itajaí-Mirim na Sexta-Feira Santa – o Bruscão derrotou o Avaí em partida pegada no Augusto Bauer. Melhor nos dois tempos, o quadricolor criou boas chances, mas foi apenas no chute da entrada da área e na falha de Renan que o placar movimentou.

Agora, o Brusque praticamente garantiu sua vaga na Série D e ainda entrou de vez na briga pela classificação da Copa do Brasil. O Avaí, no entanto, segue o calvário e corre riscos de rebaixamento no estadual.

Predestinado

Antes da bola rolar, o volante Mineiro já havia prometido gol em homenagem à Fabiano Debrassi. A dupla foi responsável pelo socorro de um casal que caiu de carro no rio Itajaí-Mirim, há duas semanas. Com a função mais defensiva, no entanto, a missão não seria fácil, mas o atleta estava predestinado a marcar.

Pelo segundo jogo consecutivo, Ovelha deixou os atacantes de origem no banco e apostou no poder ofensivo do trio de armadores Assis, Paulinho e Eliomar. No começo, no entanto, foi o Avaí quem ensaiou uma pressão. O time da casa só controlou tudo aos 5 minutos. Por muito tempo na etapa inicial só deu Bruscão.

Aos 9 minutos, o lance que deu a chance de Mineiro homenagear o companheiro de salvamento. Alemão cobrou lateral para dentro da área, Eliomar cabeceou para a entrada e ela sobrou no capricho para Mineiro. Muitos jogadores estavam na frente, mas estava escrito nas estrelas: Aquela bola iria entrar. Até o toque de Renan foi fraco, e por isso ela morreu nas redes. Na comemoração, nada poderia ser mais simbólico. Mineiro simulou estar em cima de uma prancha, fazendo pose pra arquibancada, onde Debrassi assistia a partida.

O Avaí tentou se recuperar e empatar a partida. O melhor lance foi com Rômulo. Ele recebeu bola na área, ficou cara a cara com João Paulo e chutou, mas o arqueiro defendeu com os pés. O Bruscão também teve suas chances de ampliar, com Ruan em finalização aos 22 minutos, mas o primeiro tempo acabou mesmo em 1 a 0.

Chuva e paciência

Os jogadores do Bruscão precisaram de paciência para segurar o resultado. O Avaí investiu muito ofensivamente, e Silas apostou em mais atacantes durante a etapa. Nenhuma jogada foi de fato perigosa para João Paulo, já que os defensores do quadricolor não deram mole em momento algum.

Aos 8 minutos, quase que Carlos Alberto deixa tudo mais tranquilo ao Brusque. Ele recebeu bola na direita, invadiu e chutou, mas Renan espalmou para escanteio. Aos 15, foi a vez de Eliomar desperdiçar a melhor chance do Brusque na etapa final. O atleta foi servido na entrada da área por Alemão, ficou cara a cara e chutou, mas Renan defendeu com os pés.

A partir daí, foi só ataque contra defesa, mas no talento de Maurício e Cleyton, a dupla de zaga do quadricolor, ficou tranquilo segurar o resultado. Ovelha mudou algumas peças, mas não alterou seu sistema tático. O grupo conseguiu terminar com o 1 a 0 no placar, para delírio da torcida do Bruscão que incentivou o tempo todo.

Com gol de Mineiro e homenagem à surfista que salvou vida no Itajaí-Mirim, Brusque derrota o Avaí

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio