Brusque é a melhor cidade do estado em desenvolvimento social

Pesquisa afirma que a cidade é a campeã de Santa Catarina e a 22º do país

Brusque é a melhor cidade do estado em desenvolvimento social

Pesquisa afirma que a cidade é a campeã de Santa Catarina e a 22º do país

A implantação de projetos e programas sociais que asseguram à população o acesso à alimentação, moradia, saúde e educação, tem contribuído para o aumento da qualidade de vida da comunidade e garantiram a Brusque a primeira colocação no ranking catarinense de Desenvolvimento Social. O dado foi divulgado na última semana pela empresa de consultoria Urban System em pesquisa encomendada pela Editora Abril.

O levantamento considerou itens como população extremamente pobre, Índice de Desenvolvimento Humano dos Municípios, taxa de alfabetização, esperança de vida ao nascer, entre outros indicadores. A pontuação de Brusque foi de 3,067, classificada como alta e considerada pela secretária de Governo e Gestão Estratégica, Patrícia Freitas, como fruto dos investimentos feitos em diferentes áreas nos últimos anos.

Um dos pontos de destaque da pesquisa é a porcentagem da população extremamente pobre em Brusque, que é de apenas 0,29%, enquanto a média nacional é de 6,62%. Patrícia avalia que a alta oferta de empregos, aliada aos programas sociais dos governos Federal e Municipal, é um fator preponderante para o baixo índice da cidade. “E aqui ressaltamos programas como o Bolsa Família, Pronatec e Minha Casa Minha Vida, entre outros”, pontua.

Além disso, o rendimento médio do trabalhador brusquense e o índice que mede a desigualdade social entre a população configuram Brusque como uma das cidades brasileiras com a melhor distribuição de renda.  Segundo o Atltas Brasil 2013, a renda per capital do município é de R$ 1.116,93. O valor representa um crescimento de 10,96% contra 8,9% da média nacional entre os anos de 2000 e 2010, período objeto da análise.

Patrícia explica que o Desenvolvimento Social vai além das Políticas de Assistência Social e que as ações e investimentos voltados às áreas de Saúde, Educação, Habitação, Lazer e Cultura também integram os índices e contribuem para melhorar cada vez mais a vida da população. “Temos orgulho em saber que todo o trabalho desenvolvido na cidade nos últimos anos têm surtido efeito na prática”, avalia.

Entre os investimentos citados por Patrícia estão novas unidades de saúde, creches, unidades de assistência social, moradias, praças e a criação e ampliação de serviços para melhor atender a população, que têm trazido para Brusque reconhecimentos nacionais e estaduais como a 2ª Melhor Cidade para se viver em Santa Catarina (Índice da Firjam); Capital Nacional da Longevidade (Índice do PNUD/ONU); Prêmio Nacional de Qualidade na Merenda Escolar; e o reconhecimento pelo compromisso com os 8 Objetivos de Desenvolvimento do Milênio.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio