Brusque e Chapecoense tentam superar eliminações em duelo pelo Catarinense

Equipes foram desclassificadas de Copa do Brasil e Libertadores, e agora focam no estadual

Brusque e Chapecoense tentam superar eliminações em duelo pelo Catarinense

Equipes foram desclassificadas de Copa do Brasil e Libertadores, e agora focam no estadual

Uma longa conversa dentro do vestiário do Augusto Bauer na tarde desta quinta-feira, 8, apresentou o clima do Bruscão após a eliminação na Copa do Brasil para o Ceará. A tensão também foi acompanhada pelo semblante dos jogadores que entravam pouco a pouco no ambiente, cientes de que haveriam cobranças. Além disso, o diálogo do técnico Pingo foi em busca de esquecer a derrota para o alvinegro e focar no Campeonato Catarinense.

Neste domingo, 11, o Brusque enfrenta a Chapecoense a partir das 17h. O Verdão do Oeste também vem de uma eliminação precoce, para o Nacional (URU) na primeira fase da Libertadores. Promessa de um jogo difícil para o quadricolor, já que agora a Chape tem foco 100% na competição estadual.

Busca de reforços
Ficou claro na partida contra o Vozão que a equipe do Brusque apresenta limitações. Há atletas que ainda não estão em plena condição física, uma falha no planejamento já que esta será a sétima rodada do Campeonato Catarinense. Com isso, existe a necessidade de completar o esquadro quadricolor com reforços.

O técnico Pingo afirmou que não fez sugestões de nomes, mas colocou uma condição. “Nós precisamos de atletas que já estejam em atuação. Não podemos contratar alguém que ainda precise de uma recuperação física e técnica, porque já não há tempo hábil”, explica.

Embora não tenha revelado de maneira oficial, Pingo comentou sobre a possível saída de atletas do elenco. “Decidiremos isso de maneira coletiva, com a diretoria durante a reunião. Nesse tempo de trabalho da temporada eu consegui tirar algumas conclusões e irei repassá-las à diretoria”.

Pingo não participou da formação do elenco, portanto ainda tenta organizar tudo e chegar ao que considera ideal. “É difícil, inclusive consegui repetir a escalação somente neste jogo contra o Ceará. Mas com diálogo e trabalho nós vamos chegar a uma boa direção”.

A equipe
Sem um treinamento coletivo oficial na tarde de ontem, o Brusque não revelou possíveis atletas titulares para o confronto contra a Chape. A certeza de desfalques fica por parte do zagueiro Antônio Carlos e do lateral-direito João Carlos, ambos recuperando-se de lesões.

O natural é que Cleyton entre na posição da defesa e Carlos Alberto fique com a lateral, restando uma posição no meio que pode ser ocupada por Ruan, Zé Lucas ou Clebson. Ronaell também pode retornar para a titularidade. Uma escalação provável conta com: Dida; Carlos Alberto, Cleyton, Douglas Silva e Neguete (Ronaell); França, Adãozinho, Clebson (Ruan, Zé Lucas) e Jean Dias; Rafinha e Wilson Junior.

Como vem o adversário
A Chapecoense vem de uma sequência forte de partidas. O elenco voltou ontem de viagem do Uruguai, após a eliminação na Libertadores para o Nacional. Contudo, ainda esta noite o time tem compromisso na Arena Condá contra o Tubarão – tendo, portanto, apenas um dia para se recuperar antes da partida contar o quadricolor.

É possível que o time jogue esta noite, a partir das 20h30, com um elenco misto ou mesmo completamente reserva, e aposte na força total contra o Brusque.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio