Brusque é denunciado por utilizar jogador irregular e pode perder pontos na Divisão Especial

Irregularidade teria ocorrido em partida contra o Tubarão, na segunda rodada

Brusque é denunciado por utilizar jogador irregular e pode perder pontos na Divisão Especial

Irregularidade teria ocorrido em partida contra o Tubarão, na segunda rodada

O Bruscão foi denunciado no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) acusado de utilizar um jogador irregular na vitória por 2 a 0 sobre o Tubarão, em jogo válido pela segunda rodada da Divisão Especial.

A acusação partiu do Marcílio Dias. O Marinheiro alega que o jogador Venício dos Santos Rocha, 20 anos, foi inscrito para partida sem estar em condições aptas de jogo. Rocha chegou a ser escalado para a partida, mas não entrou em campo no triunfo do Marreco.

:: Ouça a entrevista com Danilo Rezini



Ele foi inscrito como jogador não-profissional, o que fere o artigo 43 da Lei Pelé por já ter completado 20 anos. A partir desta idade, o atleta não pode mais ser considerado em formação e deve estar registrado como jogador profissional para participar das competições.

“É vedada a participação em competições desportivas profissionais de atletas não-profissionais com idade superior a vinte anos”, diz a resolução. O jogador completou 20 anos em março. A inscrição dos atletas para o campeonato foi em maio.

Segundo o diretor de comunicação do Marcílio Dias, Flávio Oliveira, a regra precisa ser válida para todos os clubes. “Como o Brusque não cumpriu as regras da Federação, o Marcílio Dias entrou com a ação”, diz. Ele ainda adianta que o Marinheiro também entrará com denúncia contra o Concórdia por uma situação semelhante. “Estamos entrando com o pedido contra o Concórdia também, na mesma situação. A regra tem que ser seguida”, declara.

O presidente do Brusque, Danilo Rezini, afirma que ainda não recebeu a denúncia oficialmente. “Estamos tranquilos e focados em conquistar o primeiro turno. A nossa luta é dentro de campo, mostrando competência e resultados positivos”, declara Rezini.
Apesar de receber a informação com tranquilidade, dirigentes do Marreco já se organizam nos bastidores para fazer a defesa do time. “Isto pode melar o campeonato. Uma decisão pode demorar até 60 dias. Vamos até o STJD se for preciso”, disse um deles.

O Marcílio Dias pede que o Brusque seja penalizado com a perda dos três pontos ganhos em cima do Tubarão, mais seis pela inscrição irregular do jogador.

> Confira a matéria completa na edição impressa dessa quinta-feira, 27 de junho. 
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio