Brusque é prata na prova dos 10 mil metros

Dione Chillemi faz segundo melhor tempo na prova mais desgastante do atletismo

Brusque é prata na prova dos 10 mil metros

Dione Chillemi faz segundo melhor tempo na prova mais desgastante do atletismo

Em uma das provas mais exaustivas dos Jogos Abertos de Santa Catarina, Brusque chegou a segunda medalha na 54ª edição da competição. A prova dos 10 mil metros foi vencida pela superfavorita Josiane, atleta de Concórdia, com Dione D’ Agostini Chillemi na segunda colocação.

GALERIA  – Veja imagens do primeiro dia de Jasc

Leia também: Mariana Marcelino vence o lançamento do martelo

A representante de Brusque fez a prova em pouco mais de 35 segundos, cerca de um a menos do que a vencedora da competição. Com mais uma conquista, Josiane chegou ao seu sétimo título consecutivo na prova. Algo já esperado, segundo Dione. A atleta brusquense considera que a rival vive o melhor momento da carreira e é praticamente imbatível nos Jasc. “Já sabíamos que a medalha dificilmente sairia da mão dela, pois realmente ela está numa fase ótima. Está com 28 anos e correndo muito bem. A medalha de ouro já estava garantida”, diz, ao rasgar elogios à adversária.

Pelo fato de ficar apenas atrás da rival, ela assume que a medalha de prata tem um gosto semelhante ao do ouro. “A sensação é de dever muito bem cumprido”, diz. Josiane e Dione se desgarraram do restante do pelotão ainda antes da metade da corrida. Próximo aos 3 mil quilômetros, a vantagem sobre as demais atletas já era significativa. “Foi fácil correr, pois a pista ajudou. A única dificuldade é porque está muito quente e a água só veio a partir do quilômetro 7”, ressalta. Além de Dione, Brusque ainda competiu na prova de 10 mil metros com Leticia Saltori. A atleta finalizou a prova com o sétimo lugar.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio