Brusque empata com Inter de Lages fora de casa na estreia da Copa Santa Catarina

Colorado teve as melhores chances, mas Brusque conseguiu arrancar o ponto fora de casa

Brusque empata com Inter de Lages fora de casa na estreia da Copa Santa Catarina

Colorado teve as melhores chances, mas Brusque conseguiu arrancar o ponto fora de casa

Um ponto fora de casa é motivo para se comemorar, principalmente em um campeonato curto como a Copa Santa Catarina. Com um placar sem gols, o Brusque volta para o berço da fiação catarinense com o empate na bagagem, na partida realizada na manhã deste domingo, 8.

O quadricolor teve bons lances, mas a partida foi de protagonismo dos goleiros Dida e Fabian Volpi. Agora o Brusque se prepara para a estreia em casa pela competição, contra o Joinville, na quinta-feira, dia 12 de outubro. A partida é comemorativa pelos 30 anos do clube.

De equilíbrio à blitz colorada

O jogo no estádio Vidal Ramos Junior teve duas histórias dentro do primeiro tempo. Nos primeiros 40 minutos, o Brusque foi superior em posse de bola e em chances de gol, mas os últimos cinco minutos de partida foram todos do Inter de Lages. As melhores chances do jogo foram do colorado, que inclusive acertou bola na trave, enquanto ao Brusque faltaram jogadas mais eficazes lá na frente.

As duas equipes começaram o confronto se estudando. Não era incomum ver os jogadores de defesa triangulando bola, trocando passes entre si e tentando observar a melhor forma de arriscar, mas faltava coragem. Contudo, quem tomou a iniciativa foi o time visitante. Wilson Junior e Jean Dias aprontaram muito pelos flancos, mas faltava a presença de Edu para completar as jogadas. O problema do Brusque era no arremate final em direção ao gol.

Com isso, o Inter, que foi formado praticamente faltando uma semana para a estreia, descobriu que podia fazer frente com o adversário. Aos 30 minutos, a melhor chance até então: Mateus Arence recebeu boa bola e chutou, mas Dida salvou. Aos 44 minutos a torcida do Brusque presente em Lages teve que prender a respiração. Em bola alçada na área, Mauricio testou ela e acertou na trave. O Leão Baio seguiu martelando até os instantes finais, mas o quadricolor conseguiu se segurar até o apito final de etapa.

Sufoco e empate

O Inter de Lages era a maior incógnita da Copa Santa Catarina, com atraso na apresentação. Atletas foram chegando faltando apenas uma semana para a partida de estreia, portanto o clube foi apontado como um ‘patinho feio’ entre os quatro. Mas dentro de campo o que se viu, principalmente no segundo tempo, foi um sufoco do colorado para cima do Bruscão.

Dida foi um dos nomes mais acionados do clube quadricolor. Porém, o Bruscão também fez Fabian Volpi trabalhar bastante. A equipe teve seus lampejos, principalmente com Jean Dias arriscando chutes de fora de área. O goleiro colorado chegou a salvar um arremate impressionante aos 40 minutos do segundo tempo.

Se segurando da melhor maneira, o Bruscão levou a partida ao empate. Os contra-ataques funcionaram pouco, e a partida como um todo mostrou que Jersinho tem trabalho pela frente para levar o time ao tetracampeonato da Copinha.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio