Brusque enfrenta Tubarão buscando repetir fórmula utilizada na Série D

Técnico Evandro Guimarães avisa aos jogadores que forma de jogar será praticamente a mesma

Brusque enfrenta Tubarão buscando repetir fórmula utilizada na Série D

Técnico Evandro Guimarães avisa aos jogadores que forma de jogar será praticamente a mesma

João Vítor Roberge‏

O Brusque enfrenta o Tubarão neste domingo, 8, às 16h, no estádio Augusto Bauer, pela primeira rodada da Copa Santa Catarina. Com um elenco maior e com reforços ainda por vir, o técnico Evandro Guimarães pretende dar continuidade ao trabalho de Waguinho Dias. É o primeiro jogo do quadricolor desde a final da Série D em Manaus.

Guimarães comandou um treino nesta quinta-feira, 5, que incluiu um trabalho em campo reduzido. O atacante Fio ainda treina sem bola, após cirurgia no menisco realizada dias após a final em Manaus. O novo treinador do Marreco participou bastante das atividades, cobrando intensidade dos jogadores e deixando claro que a equipe deverá seguir o legado de Waguinho Dias, sem perder suas características fundamentais.

“Se pudéssemos manter todo o elenco da Série D, seria ótimo (risos). Quando um técnico chega, às vezes ele quer deixar a marca dele, e não é meu intuito, chegar aqui para mudar as coisas para que vejam que foi tudo mudado. É dar sequência ao trabalho que estava sendo feito. Então nós temos que tentar manter a característica e tentar manter o máximo de atletas possível do time campeão no time titular, para o grupo não sofrer muito com a transição.”

O técnico também elogiou a disposição do grupo, que não parece ter se acomodado depois da conquista da Série D. “Estamos conhecendo o grupo que cada vez mais nos apresenta coisas novas, nos surpreende com elementos positivos, a qualidade é boa, e a vontade do grupo também. Analisando bem, olhando o treino, parece que não houve uma conquista, é como se estivéssemos ainda em busca de conquistas, e isto é muito bom”

Nestes primeiros dias, Evandro Guimarães e seu auxiliar João Paulo Santos estão se acertando com a comissão técnica fixa, formada pelo auxiliar-técnico Jersinho Testoni, o preparador de goleiros Márcio Quevedo e os preparadores físicos Lamil Valêncio e Marcos Abella. “Estamos bastante conectados em tudo. Pegamos todo tipo de informação, a comissão é muito boa, nos atendeu super bem, me atendeu super bem. Estes primeiros dias estão sendo muito bons”, comenta.

Do elenco atual, Leilson ainda não se reapresentou, e está em negociações com a diretoria quadricolor. O atacante Maranhão, registrado junto ao Brusque no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF após empréstimo ao Camboriú, não está treinando com o grupo. As negociações com o meia Thiago Alagoano, vice-artilheiro da Série D com oito gols, não foram bem-sucedidas. Seu contrato havia expirado ao fim da competição.

Novo elenco e peças faltantes

No total, 24 jogadores participaram do treino, e mais reforços devem chegar a partir da próxima semana. O Brusque tem, hoje, apenas três zagueiros (Ianson, Cleyton e Neguete) e laterais-direitos que estão muito mais acostumados a fazer funções de volante do que atuar na posição (Zé Mateus e Rodney). Não há um lateral-direito que atue costumeiramente como, por exemplo, Edílson, emprestado à Ponte Preta.

Escalação provável

Fio e Romarinho são jogadores emprestados do Tubarão, e por cláusulas contratuais não podem atuar contra a própria equipe a não ser que haja o pagamento de multas, algo desnecessário em início de campeonato. De qualquer forma, Fio é desfalque certo pela lesão no Menisco, e deve voltar a treinar com bola a partir da próxima semana.

O Brusque deve vir a campo com uma equipe formada por Zé Carlos; Zé Mateus, Ianson, Cleyton, Aírton; Ruan, Robert, Hamilton; Jefferson Renan, Thiago Henrique e Vinícius.

Adversário

Eliminado na fase de grupos da Série D, o Tubarão teve praticamente um mês e meio para a estreia na Copa Santa Catarina. Poucos jogadores daquele elenco permaneceram. Vieram 14 jogadores, entre eles o meia Eliomar, que disputou o Campeonato Catarinense com o Brusque. O técnico é velho conhecido do quadricolor: Pingo, campeão do torneio em 2018.

Outros cinco reforços vieram da base, e quatro retornam de empréstimo, entre eles três que disputaram a Série C do Brasileiro: o meia Daniel Costa, que estava no Santa Cruz, e o meia Nikolas Farias e o goleiro Gustavo Ermel, no Atlético Acreano.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo