Brusque goleia Figueirense e está na final da Copa Santa Catarina

Vitória por 4 a 0 coloca o Brusque na segunda final consecutiva da Copinha

Brusque goleia Figueirense e está na final da Copa Santa Catarina

Vitória por 4 a 0 coloca o Brusque na segunda final consecutiva da Copinha

Apenas o empate já servia para o Bruscão avançar para a grande final da Copa Santa Catarina. Mas engana-se quem pensa que o time jogou com o regulamento debaixo do braço. Em sua melhor partida na competição, o time goleou o jovem Figueirense pelo placar de 4 a 0 e garantiu sua presença na segunda final consecutiva pela Copinha.

A partida foi realizada na tarde deste domingo, 11, no estádio Valério Gomes Neto, em São João Batista. Agora o Brusque enfrenta o Hercílio Luz, que empatou com o Tubarão após ter ganhado o primeiro jogo. A primeira partida da final será em Brusque e a segunda será em Tubarão.

Com a força da torcida
A torcida do Bruscão ditou o ritmo da equipe. Dentro de campo, as vozes das centenas de torcedores ecoaram e fizeram com que o time alcançasse a boa vantagem de 2 a 0 no placar ainda no primeiro tempo. O time pressionou desde o começo e perdeu chances de golear. Um lance polêmico ainda marcou a etapa inicial.

Aos 13 minutos, Eliomar ensaiou o gol que ainda marcaria. A bola veio cruzada por Edilson pela direita, Hélio Paraíba serviu Eliomar que entrava na área e o meia chutou com estilo. Porém, assim como no domingo passado, o goleiro Vinicius salvou com bela defesa.

Mas, aos 20 minutos, nem mesmo Vinicius conseguiu salvar a pele do alvinegro. Hélio Paraíba dominou bola que vinha de contra-ataque tocou para Edilson. O lateral serviu Jefferson Renan que entrou na área, driblou o adversário e chutou. A bola pegou na primeira trave, correu pela linha e bateu em Eliomar que estava na segunda, para completar para as redes. Curiosamente, o jogador que havia tentado um golaço e foi impedido, marcou um sem querer.

Apenas dois minutos depois, a sequência foi praticamente igual, mas desta vez com Hélio Paraíba protagonizando. Autor de três gols no primeiro jogo, ele recebeu bola limpinha e tranquila pelo lado esquerdo, escorou, mas Vinicius defendeu no chão. Porém no minuto seguinte, o escanteio de Zé Mateus veio na cabeça do artilheiro que finalizou com estilo para as redes.

Aos 46, o Figueirense balançou as redes com Matheus, mas teve o gol anulado. O assistente viu uma duvidosa mão de Poffo, que tocou para o atacante, mas o lance não foi claro e deixou dúvidas. De qualquer forma, o primeiro tempo acabou com 2 a 0 à favor do quadricolor.

Fechou com goleada
O segundo tempo foi ainda melhor para o Brusque. O time não tomou sustos – fora um chute no travessão, quando o resultado já estava definido – e aproveitou para fechar o placar com uma goleada, para brindar a boa torcida que compareceu em um domingo de sol para apoiar o Bruscão.

O terceiro gol foi para coroar o grande campeonato que faz o atacante Jefferson Renan. Aos 4 minutos, ele aproveitou o vacilo da defesa, invadiu a área, driblou e chutou na saída de Vinicius para deixar o seu.

Para comprovar que o time tem bom elenco, foi um jogador do banco de reservas que marcou o quarto. Weverton substituiu o artilheiro Hélio Paraíba, e alguns minutos depois conseguiu um belo gol: arrancou pela esquerda, driblou a marcação e chutou na saída de Vinicius, colocando o sorriso no rosto da torcida quadricolor.

Ficha técnica

Brusque

Julio Cesar
Edilson
Ianson
Cleyton
Airton
Mineiro (Ruan)
Zé Mateus
Safira
Eliomar (Tiago Pará)
Jefferson Renan
Hélio Paraíba (Weverton)

Téc. Pingo

Figueirense

Vinicius
Weverton
Wesley
Rique
Alessandro (Alisson)
Jean
Berg (Bruno)
Poffo
Guilherme
Echaporã (Carlinhos)
Matheus

Téc. Fábio Matias

Data: 11/11/2018
Local: Estádio Valério Gomes Neto, em São João Batista
Hora: 15h30
Gols: BRU – Eliomar (20 min, 1º T), Hélio Paraíba (23 min, 1º T), Jefferson Renan (4 min, 2º T), Weverton (29, 2º T)
Cartões amarelos: BRU – Hélio Paraíba
Árbitro: Rodrigo d’Alonso Ferreira
Assistentes: Helton Nunes e Thiago Americano Labes
Público: 656
Renda: R$ 7.840