Brusque perde por 2 a 0 para a Chapecoense e despenca na tabela

Time faz bom primeiro tempo apesar de sofrer os gols, mas peca nos fundamentos na etapa final

Brusque perde por 2 a 0 para a Chapecoense e despenca na tabela

Time faz bom primeiro tempo apesar de sofrer os gols, mas peca nos fundamentos na etapa final

O Bruscão perdeu sua primeira partida em casa para a líder Chapecoense, por 2 a 0. Apesar de fazer um primeiro tempo surpreendente e assustar o goleiro Danilo – destaque da partida – , o time errou passes básicos e finalizações na segunda etapa. Com a derrota, o Brusque despencou na tabela, enquanto a Chape se isolou na liderança da competição.

>>Confira galeria de fotos do jogo entre Bruscão e Chapecoense

Verdão eficaz

Assim como nas três primeiras rodadas, o Brusque teve mais posse de bola e chances de gol, mas bastaram duas oportunidades de ouro para que o Verdão saísse ganhando por 2 a 0. Antes dos tentos, o quadricolor havia acertado bola na trave, feito um gol anulado e também presenciado um milagre aplicado pelo goleiro Danilo.

Aos 10 minutos, uma linda jogada do Brusque terminou com rede balançando, mas o gol não valeu. Éverton Cezar tocou de calcanhar para Adãozinho que cruzou na cabeça de Giancarlo. O camisa 9, que raramente perde essas chances, finalizou com precisão para o gol, mas Sandro Meira Ricci deu impedimento. Pouco tempo depois, Giancarlo recebeu novo cruzamento de Adão e finalizou bem, mas Danilo, com reflexo impressionante, mandou ela pra fora. Carlos Alberto, aos 30 minutos, acertou a trave ao tentar cruzar, mantendo uma pressão quadricolor.

Mas aí, em um momento breve de desatenção, o Brusque pagou caro. Em jogada pela esquerda, Ananias tocou para Dener que invadiu a área. Alemão não conseguiu alcançá-lo e o atleta tocou para Kempes, livre de marcação, chegar cabeceando para as redes. Dois minutos depois, em escanteio, o zagueiro Neto deu uma casquinha de costas e enganou Wanderson, sofrendo o segundo gol. O Brusque atacou mais e buscou diminuir antes do último apito do primeiro tempo, mas não conseguiu.

Erros básicos

Na etapa final, a impressão é que boa parte da equipe do Brusque havia desaprendido a jogar futebol. Errando passes próximos, lançamentos e finalizações, o time produziu pouco para quem estava atrás no placar. A equipe teve mais posse de bola e chegou mais na linha de frente, mas com um bom posicionamento da defesa do Verdão e a tranquilidade que Danilo passou não foi o suficiente.

O camisa 1 tirou uma bola que tinha endereço certo aos 20 minutos. No cruzamento de Paulinho, ele deu um tapa para fora. Depois disso, o Brusque não assustou mais. Assis não fez boa partida e deu contra-ataque o tempo todo para a Chape. Giancarlo perdeu todas as bolas que tentou e chegou a ser substituído por Alexandre Pedalada. Antes disso, Mauro Ovelha já havia tirado o apagado Eydison para colocar Potita. O atleta deu mais velocidade e fez mais jogadas de efeito.

As mudanças de Ovelha não surtiram efeito. Nos minutos finais, a Chapecoense foi matando jogadas até o jogo acabar, sendo que o Brusque não teve forças para diminuir ou empatar o placar.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio