Brusque larga em desvantagem no Estadual de Basquete

Equipe perde primeiro jogo da final e terá que vencer Blumenau amanhã para forçar terceira partida decisiva

Brusque larga em desvantagem no Estadual de Basquete

Equipe perde primeiro jogo da final e terá que vencer Blumenau amanhã para forçar terceira partida decisiva

A primeira partida final do Campeonato Estadual de Basquete terminou com derrota da AD Brusque. A equipe perdeu a invencibilidade na competição ao ser superada por Blumenau pelo placar de 73 a 62 no Galegão. Precisará, agora, vencer a partida de sábado, às 19h, na Arena Brusque, para forçar um terceiro e decisivo duelo domingo, às 11h, novamente na Arena.

O revés diante da Apab/Metropolitano foi o primeiro da AD Brusque em 11 jogos até o momento no Estadual. Antes a equipe havia conseguido10 vitórias: 8 na primeira fase e duas nas semifinais diante de Joinville. No principal clássico do estado, Brusque iniciou superando os donos da casa. Imprimindo um ritmo forte, a equipe chegou a fechar o primeiro período em 20 a 9, mas não conseguiu manter a superioridade sobre o rival. Blumenau mostrou poder de reação, fez o dobro de pontos dos brusquenses no segundo quarto e virou a partida em 39 a 35.

Em vantagem no placar, o time blumenauense aumentou a diferença na sequência. O jogo seguiu equilibrado, mas Blumenau aproveitou melhor as oportunidades e ampliou o placar em 13 pontos no terceiro período: 57 a 44. No último quarto, Brusque tentou a reação, chegou a somar mais pontos que Blumenau, mas a pequena diferença não foi o suficiente para buscar o placar. Ao fim o adversário comemorou o triunfo ao fechar o jogo em 73 a 62.

 

‘Tudo em aberto’

O supervisor da equipe, Zurico Frota, diz que a equipe fez um bom jogo, mas lamentou o apagão do grupo no segundo quarto de partida. A bobeira acabou sendo fundamental para o revés. “Vínhamos bem, chegamos a abrir quase 20 pontos de diferença, mas tivemos um apagão em que eles se aproveitaram, viraram o placar, e aí não buscamos mais”. O dirigente do time brusquense mostra frustração com o resultado, mas acredita que o duelo ainda está em aberto. Ele ainda comentou sobre o fato de o time obrigatoriamente ter de fazer uma terceira partida caso vença amanhã em razão da derrota no primeiro jogo da final. “Para nós isso não é nada bom por causa do desgaste, e até mesmo porque eles têm um time mais jovem, mas vamos com tudo na Arena sabendo que não tem nada resolvido”, observa.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio