Brusque perde para Boavista (RJ), mas assegura liderança do grupo A15

Derrota por 2 a 1, contudo, tirou quadricolor do topo das melhores campanhas

Brusque perde para Boavista (RJ), mas assegura liderança do grupo A15

Derrota por 2 a 1, contudo, tirou quadricolor do topo das melhores campanhas

Com uma atuação abaixo da média, o Brusque perdeu sua primeira partida no Brasileirão Série D. A derrota por 2 a 1 em Saquarema (RJ) para o Boavista retirou os 100% e a invencibilidade do time dentro do campeonato. O confronto foi realizado na noite deste domingo, 9, no estádio Elcyr Resende de Mendonça.

O quadricolor saiu na frente com gol de Junior Pirambú, mas logo sofreu o empate ainda no primeiro tempo. No segundo tempo, perdido, o time não conseguiu marcar e, além disso, sofreu o gol no contragolpe em mais uma falha defensiva. Com o resultado o time perdeu o posto de melhor campanha.

O adversário da próxima fase, que é mata-mata, será o Hercílio Luz. A primeira partida será em Tubarão e a segunda em Brusque.

Ação e reação
O Bruscão começou a partida contra o Boavista como sempre: avassalador, dominando a posse de bola e buscando o resultado positivo. Contudo, diferente das últimas duas rodadas – em que a defesa foi bem e conseguiu evitar que os adversários fizessem o gol – desta vez houve a falha, que foi fatal.

Aos 5 minutos, o Bruscão já conseguiu seu primeiro ataque perigoso. Na falta próxima da área, Romarinho cobrou bem e Magrão entrou testando, ela passou pertinho da meta mas foi embora. Apenas cinco minutos depois o quadricolor conseguiu o seu gol no contra-ataque mortal.

A bola foi tirada lá da defesa depois de uma cobrança de falta do Boavista, e rapidamente chegou ao setor de ataque. Com um belo cruzamento rasteiro pelo lado esquerdo, ela chegou no pé de Junior Pirambu que, atacante goleador como é, não perdoou e escorou para as redes.

Porém, pouco depois da saída de bola o contragolpe chegou. Em um bate e rebate na área, a bola foi perdida e, de pé em pé, chegou com Luis Soares. Com nome de craque, ele fez como manda o figurino, cortou com um toque a defesa para dentro da área e bateu bonito e forte no alto, indefensável para Zé Carlos.

Novo apagão
Depois de passar dois jogos sem sofrer gols, os mesmos apagões defensivos que se viram nas primeiras rodadas voltaram a acontecer na partida contra o Boavista. Foi assim que o time de Saquarema chegou ao segundo gol, que resultou na vitória da equipe carioca.

Aos 8 minutos de jogo, ninguém parou Michel. O meia simplesmente dominou bola no peito e sapecou o chute para as redes. Depois disso, o poder de reação do Brusque, que estava se tornando comum em todas as partidas, não se apresentou.

Waguinho apostou em mais mobilidade com os velozes Thiago Henrique e Zé Mateus, mas não houve resultado dentro de campo. Desta forma, o time sucumbiu ao adversário. O resultado, contra um elenco misto do Boavista, acende o alerta em Waguinho, que precisará melhorar alguns aspectos da equipe se de fato pretende subir com o Bruscão para a terceira divisão.

Ficha técnica

Brusque
Zé Carlos
Edilson
Ianson
Magrão
Airton
Ruan (Zé Mateus)
Gama (Thiago Henrique)
Jefferson Renan
Romarinho
Thiago Alagoano
Junior Pirambu

Téc. Waguinho Dias

Boavista
Gabriel Gueiros
Thiago Silva (Gabriel Cassimiro)
João Marcelo
Admilton
Christianno
Adam
Ralph
Michel
Thiago Mosquito (Tartá)
Luis Soares (Lucas Perdomo)
Renan Donizete

Téc. Eduardo Allax

Data: 9/6/2019
Hora: 18h
Local: estádio Elcyr Resende de Mendonça, em Saquarema (RJ)
Arbitragem: Ronei Candido Alves (MG)
Assistentes: Douglas Almeida Costa (MG) e Helen Silva Araujo (MG)
Gols: BOA – Luis Soares (13 min, 1º T); BRU – Junior Pirambu (11 min, 1º T)
Cartões amarelos: BOA – Ralph, Gabriel Cassimiro, Lucas Perdomo; BRU – Vinicius, Junior Pirambu, Romarinho e Edilson
Cartões vermelhos: BOA – Lucas Perdomo

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio