Brusque perde para Tubarão em casa e cai para sétima posição do Campeonato Catarinense

Equipe começou vencendo, mas sofreu virada por 3 a 2 e ainda teve atleta expulso contra o Peixe

Brusque perde para Tubarão em casa e cai para sétima posição do Campeonato Catarinense

Equipe começou vencendo, mas sofreu virada por 3 a 2 e ainda teve atleta expulso contra o Peixe

Neste Campeonato Catarinense, o Bruscão não soube usar o Augusto Bauer a seu favor. Jogando contra o Tubarão na noite desta quinta-feira, 22, o quadricolor voltou a perder, pelo placar de 3 a 2. O resultado derrubou o time para a sétima posição do estadual e complicou muito as chances de vaga para a Copa do Brasil.

Com falhas na defesa, inclusive do goleiro André Luiz, que foi titular no lugar de Dida, a equipe até saiu vencendo, mas sofreu a virada, empatou e levou o terceiro gol no segundo tempo. Na temporada, o time jogou seis partidas no Augusto Bauer, perdeu três vezes, empatou duas e venceu duas. A partida foi válida pela 15ª rodada da competição.

Emoções à flor da pele
Nos últimos dois anos, embates entre Brusque e Tubarão sempre são eletrizantes, principalmente no Augusto Bauer. Porém, quem comprou o ingresso talvez não esperasse poder ver quatro gols marcados antes dos 25 minutos de primeiro tempo.

Os gols foram uma mistura de competência dos ataques e apagões das duas defesas. Até os 15 minutos do primeiro tempo, só dava Brusque. O time encurralou o Tubarão de uma forma que o Peixe não conseguia criar e ainda levava sustos demais com a defesa batendo cabeça. Aos 11, Jefferson Renan conseguiu o domínio, girou e chutou, mas Belliato defendeu.

A todo momento, os atletas de ataque do time ficavam cara a cara com o goleiro tricolor. Aos 14 minutos, Safira perdeu um gol incrível. Ele foi lançado sozinho, conseguiu o domínio cara a cara mas, na hora do chute, mandou pra cima. Mas pouco tempo depois ele compensou: recebeu nova bola na área e chutou, fazendo ela morrer no cantinho.

Mordido, o Tubarão partiu para cima assim que o Brusque marcou seu gol. Aí a falta do capitão e zagueiro Douglas Silva foi sentida. A defesa teve dificuldades em cortas as bolas aéreas, coisa que Douglas é especialista. Aos 20 minutos, Liel cabeceou sozinho numa cobrança de escanteio de Marcos Vinicius, mandando ela para o meio do gol. Aos 23, virada tricolor: cruzamento da direita e Matheus Barbosa cabeceou, André Luis tentou pegar mas falhou e empurrou ela para dentro.

Mas a reação não demorou a acontecer. Pouco depois da saída de meio campo, a bola chegou na esquerda e foi cruzada para a área rasteira. De primeira, Jefferson Renan acertou um golaço, fazendo a torcida acreditar na virada ainda no primeiro tempo, e quase aconteceu. Safira acertou a trave aos 39 minutos em chute cara a cara com Belliato. Mas a virada não apareceu no primeiro tempo e a partida precisou ser decidida na etapa final.

Bobeira e derrota
A etapa final não foi da redenção quadricolor, e sim da melhor aplicação tática dos visitantes. O Bruscão até começou melhor e sem deixar o adversário crescer, mas logo sofreu o gol em novo apagão: aos oito minutos de jogo, Matheus Barbosa arriscou um chute de fora da área, acertou o travessão, ninguém acompanhou o atacante David Batista e ele chegou chapando o rebote para marcar.

Waguinho Dias estava satisfeito. Passou a colocar volantes e homens de contenção para segurar o ímpeto do Marreco. Surtiu efeito. O dono da casa estava atordoado e incapaz de realizar funções simples, como passes, cruzamentos e lançamentos, além de dar bobeira lá atrás e preocupar em alguns momentos que o tricolor teve a chance de marcar o quarto – André Luiz precisou fazer uma grande defesa em cobrança de falta.

Com diversos atletas no departamento médico, o banco do Bruscão não contava com muitas opções. Pingo só conseguiu fazer uma alteração, na entrada de Luizinho, autor do gol contra o Criciúma, que até conseguiu criar, mas não tinha como salvar a derrota. Para piorar, Neguete foi expulso aos 45 minutos de segundo tempo. Aí o Tubarão apenas administrou o resultado, esperando que o árbitro decretasse mais uma derrota para a campanha do Bruscão.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio