Brusque sedia a quinta etapa da Copa Serra Litoral de Velocross

Ao mesmo tempo em que aumenta a pressão, pilotar em casa também é um motivador a mais, garantem pilotos

Brusque sedia a quinta etapa da Copa Serra Litoral de Velocross

Ao mesmo tempo em que aumenta a pressão, pilotar em casa também é um motivador a mais, garantem pilotos

Os olhos atentos do pequeno Calvin Fontoura, de 3 anos, tentam acompanhar o movimento dos pilotos ao mesmo tempo em que ele se esforça para segurar a bike que, como a mãe – Mariana Fontoura – conta, logo será substituída por uma moto. O menino herdou do pai, o publicitário Michael Fontoura, a paixão pelo esporte. Assim como a família de Blumenau, outros cerca de cinco mil apaixonados também acompanharam, durante o fim de semana, a quinta etapa da Copa Serra Litoral de Velocross e torceram pelos pilotos da região.

Foi a segunda vez que Brusque sediou uma etapa do campeonato. A primeira havia ocorrido em 2013, também organizada e promovida pelo Tatu Trail Moto Club e pelo Brusque Trail Clube em parceria com a Prefeitura de Brusque. Na etapa deste ano, participaram mais de 100 pilotos do município e da região. Brusquense, o competidor Brayan Henrique Cunha correu pela categoria 55 cilindradas e ficou em segundo lugar.

Mesmo sem vencer a etapa de Brusque, o menino segue na liderança da modalidade na classificação geral. Para ele, que tem o apoio do pai, o comerciante Robson Cunha, correr em Brusque gera um nervosismo a mais devido à responsabilidade de representar o município. “O público ajuda e torce, mas correr em casa nos deixa mais nervosos”, conta.

Assim como Brayan, o brusquense Tiago Hort, de 30 anos, também afirma que a pressão aumenta quando as disputas ocorrem em casa. Mas da mesma forma em que a responsabilidade é maior, ele também garante que a motivação dobra: “A torcida empolga os pilotos torcendo, isso motiva bastante”, diz. Piloto desde os 17 anos, Tiago ficou com a sexta posição na etapa de Brusque e segue disputando a primeira colocação na classificação geral.

Flavio Luis Grims, também de Brusque, garantiu o primeiro lugar na modalidade VX4 Especial. Segundo ele, foi emocionante vencer a prova em frente à torcida brusquense. “Dá mais adrenalina e emoção”, diz o piloto de 41 anos que corre desde os 20.

Na categoria Amigos, que reuniu apenas pilotos da região, o brusquense Marcos Roberto Lang ficou com o primeiro lugar. Já na principal categoria da competição, a VX1, com motos de 450 cilindradas, o brusquense Eduardo Archer chegou em terceiro lugar.

A competição

Ao todo, a quinta etapa da Copa Serra Litoral de Velocross contou com 18 modalidades. Além dos troféus, o primeiro colocado de cada modalidade recebe 25 pontos na classificação geral. O segundo ganha 22 pontos e o terceiro 20. Segundo os organizadores, mais de 300 pilotos do estado participaram dos dois dias de evento, que iniciou no sábado, às 13h, e se estendeu até as 17h de domingo.

Para o presidente do Tatu Trail Moto Club, Irineu Pereira, a presença do público ficou abaixo do esperado no sábado devido ao mau tempo, mas superou as expectativas no domingo. Assim como os pilotos da região, Pereira também valoriza a torcida. “O público com certeza ajuda bastante. As famílias dos pilotos da região também acompanham as provas e vibram bastante. Isso ajuda e mobiliza ainda mais os pilotos”, diz.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio