Brusque vence Inter de Lages fora de casa e sobe na tabela do Catarinense

Gol único de Ronaell fez o time ficar, momentaneamente, na quinta posição do estadual

Brusque vence Inter de Lages fora de casa e sobe na tabela do Catarinense

Gol único de Ronaell fez o time ficar, momentaneamente, na quinta posição do estadual

Se em casa as coisas não vão tão bem, foi fora dos próprios domínios que o Bruscão fez as pazes com a vitória. O quadricolor jogou melhor e aproveitou a fragilidade do lanterna Inter de Lages para voltar a vencer no Campeonato Catarinense, pelo placar de 1 a 0, no fim da tarde deste domingo, 18.

Ronaell foi o autor do único gol na partida. Com o resultado, o Brusque ficou na quinta posição momentaneamente. O confronto encerrou o primeiro turno do estadual. O próximo jogo do Brusque será no próximo fim de semana, em casa, contra Joinville.

Sem espetáculo
Inter de Lages e Brusque mostraram para o pequeno público presente no estádio Vidal Ramos Junior o porquê de suas posições tão baixas na tabela. Um primeiro tempo de qualidade técnica praticamente inexistente, repleto de chutões sem objetivo, erros de passe pelos dois lados e criatividade nula.

O Bruscão precisou de um bom tempo para conseguir trocar passes e suportar a pressão colorada. Por sorte, a defesa quadricolor trabalhou muito bem, além de os adversários mostrarem que também têm dificuldades para conduzir a bola ao ataque. A melhor chance do Leão Baio foi aos três minutos, quando Max descolou uma cabeçada para fora.

As duas equipes entraram em campo sabendo que precisavam da vitória para se afastar da zona de rebaixamento. Os nervos estavam à flor da pele, e isso ficou transparente após o lateral do Brusque, João Carlos, discutir com o técnico Leandro Niehues e levar cartão amarelo por isso.

Porém, depois dos 20 minutos, finalmente o time visitante conseguiu equilibrar, criando, inclusive, a melhor chance de gol da primeira etapa. Aos 36, Jean Dias acertou lindo chute, uma bomba, que Fabian Volpi espalmou, a bola sobrou com Carlos Alberto que chutou, mas Volpi novamente conseguiu defender.

Após a cobrança de um escanteio sem sucesso do Inter, o primeiro tempo encerrou sem gols e também sem brilhantismo para os espectadores.

De lateral para lateral
No segundo tempo, o Bruscão melhorou, assustando a torcida local. Apenas um atleta era capaz de segurar o placar em zero a zero: Fabian Volpi, goleiro colorado que fez grande partida. Ele, que já havia aprontado na etapa inicial, conseguiu defender incrível chute de Jean Dias aos 7 minutos, na falta direta.

Aos 13, Wilson Junior, que vive um jejum de gols na temporada, pegou bola cara a cara com Volpi, mas o goleiro colorado se saiu novamente melhor.

Já que o ataque não funcionava, os alas resolveram: na bobeira da troca de passes do Inter, João Carlos tomou a bola, invadiu a área adversária e fez o cruzamento. A defesa até cortou, mas ela sobrou limpa para Ronaell chegar chapando em direção às redes.

Aí o cenário ficou perfeito para a vitória quadricolor. A torcida perdeu a paciência e passou a ofender o próprio time. Atletas importantes do colorado não conseguiram produzir, e muitos precisaram ter substituição forçada por lesões.

Todos os problemas do Bruscão na temporada pareciam ter se transferido ao colorado. E com esse ambiente propício, o time visitante conseguiu terminar a partida com vitória, afundando o adversário na lanterna.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio