Brusque vence Joinville e está na final da Copa Santa Catarina

Triunfo por 3 a 0 coloca Bruscão frente a frente com o Tubarão na decisão

Brusque vence Joinville e está na final da Copa Santa Catarina

Triunfo por 3 a 0 coloca Bruscão frente a frente com o Tubarão na decisão

O Brusque está, pela quinta vez em sua história, em uma final de Copa Santa Catarina. Tricampeão da competição, o quadricolor conquistou a chance de lutar pelo tetra após uma vitória maiúscula pelo placar de 3 a 0. Desde a defesa até o ataque, a postura mudou muito, e o time fez valer a classificação para a final. O time ainda perdeu a chance de fazer uma goleada histórica em plena Arena Joinville, já que Edu, que havia marcado dois na partida, perdeu um pênalti.

Agora, o quadricolor joga contra o Tubarão duas partidas da decisão da Copinha. O primeiro jogo da decisão será no Augusto Bauer, enquanto o segundo será no Domingos Gonzales, em Tubarão. As datas e horários certos serão confirmados pelos clubes durante a semana. A partida entre Brusque e Joinville foi realizada na tarde deste domingo, 19.

Primeiro tempo dos sonhos
Um primeiro tempo como fez o Brusque contra o Joinville era tudo o que a torcida mais queria, durante toda a Copinha. A equipe se postou bem, buscou o gol o tempo todo e – diferente das outras partidas – não comprometeu na defesa.

Já no primeiro minuto de jogo, o nome da partida começou a aparecer. Gustavo Xuxa chutou e Ferreira cai para defender bem. Mas o camisa 7 da partida ainda iria aprontar das suas. Inspirado por ter saído justamente do Joinville, assim como Aldair, que entrou como titular no lugar de Wilson Junior, machucado, fez imperar a ‘lei do ex’.

Aos 30 minutos de jogo, após muita pressão quadricolor, saiu o gol. Em um contra-ataque após roubada de bola, Xuxa conduziu a bola em direção à meta e arriscou o chute. O resultado foi um golaço que colocou o time visitante na frente no placar.

O Joinville foi traído pela própria ineficácia do ataque. Apenas três minutos após o gol de Xuxa, um erro na jogada que seria o gol tricolor acionou mais um contra-ataque e a bola foi parar nos pés do camisa 7, que estava impossível. Sem pensar duas vezes, ele serviu Edu, o matador da equipe, que novamente foi decisivo para entrar na área e acertar um chutaço nas redes. Aí o Bruscão apenas precisou segurar o resultado, contando com a dificuldade do adversário em atacar, para terminar o primeiro tempo vitorioso.

Confirmação vitoriosa
O segundo tempo foi dominado, e prevaleceu a experiência dos atletas do Brusque contra a juventude dos tricolores. Cadenciando a bola, os visitantes abusados não perderam a oportunidade de marcar mais um gol. E novamente brilhou a estrela do centroavante Edu.

Aos 26 minutos do segundo tempo, em bela jogada de ataque do quadricolor, a bola sobrou com Edu. Com a frieza digna dos grandes atacantes da história, ele limpou goleiro e marcador ao mesmo tempo e chutou pra as redes.

Aí o atleta chegou aos sete gols na Copa Santa Catarina, o mesmo número de Grampola, na artilharia da competição. Edu teve a chance de fazer o jogo virar goleada – além de virar artilheiro isolado – aos 37 minutos do segundo tempo, com uma cobrança de penalidade. Mas com excesso de confiança, ele acabou isolando a bola. Menos mal que não fazia mais falta: vitória do Bruscão e classificação para a decisão da Copinha.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio