Brusque vence Porto e fica próximo da conquista do turno da Divisão Especial

Mesmo com um jogador a menos desde o fim da primeira etapa, Marreco supera adversário direto e pode levar o turno na quarta-feira, 26

Brusque vence Porto e fica próximo da conquista do turno da Divisão Especial

Mesmo com um jogador a menos desde o fim da primeira etapa, Marreco supera adversário direto e pode levar o turno na quarta-feira, 26

O Brusque venceu o Porto, tirou a invencibilidade do rival na competição e de que quebra ficou a apenas uma vitória da conquista do primeiro turno da Divisão Especial do Campeonato Catarinense. A vitória foi construída ainda no primeiro tempo. Eydison marcou de pênalti aos 14 minutos. Alexandre Carvalho, aos 39, ampliou após cruzamento na área de Flavinho. O adversário ainda perdeu um pênalti com Yan, aos 36 minutos da segunda etapa. O Marreco atuou com um jogador a menos desde o fim do primeiro tempo. Eydison foi expulso após levar o segundo cartão amarelo. 

Galeria
O jogo
Brusque e Porto mostraram desde o início de jogo porque eram as melhores equipes e únicas invictas até o momento no campeonato. O Marreco entrou no jogo com mudanças em relação a equipe que vinha jogando. Flavinho entrou no lugar de Santos, suspenso. Saraiva, com contratura na coxa esquerda, novamente ficou de fora para entrada de João Paulo. A grande novidade na escalação foi a entrada de Fabão no gol. Ele entrou no lugar de Rodolpho por opção técnica de Rogério Perrô.

Logo no primeiro lance de partida, o Porto mostrou o cartão de visitas com Yan. O jogador recebeu cruzamento de Yuri, dominou, e tentou deslocar Fabão, mas mandou para fora. Surpreendentemente, o time adversário começou o jogo tomando a iniciativa na partida. O Porto chegou a tentar pressionar a equipe da casa, mas o Brusque se defendeu bem nos primeiros minutos de jogo e  logo equilibrou a partida.

Aos 12 minutos, o Marreco chegou pela primeira vez com grande perigo. Negueti apareceu na esquerda e cruzou para Cidinho. O jogador chegou dividindo com o goleiro adversário, mas Janderson evitou a conclusão.

O Brusque passou a levar vantagem no duelo, principalmente com Eydison pela ponta. Em uma das investidas, o jogador fez grande jogada pela direita, ganhou na corrida do marcador, e cruzou para Cidinho completar na segunda trave. O camisa sete do marreco finalizou já dentro da pequena área. O goleiro Janderson salvou, mas a bola bateu no braço de Richardt. O juiz Jonas Estevão da Silva anotou penalidade. 

Eydison cobrou no canto direito do goleiro e abriu o placar. Mesmo com o adversário com cinco homens na intermediária, o Brusque marcava em bloco, com Eurico, Luís André e Fabinho e continuava levando vantagem no confronto. Com a recomposição rápida, Negueti e Alexandre Carvalho também começaram a aparecer como homens surpresas pelos lados do campo. 

O segundo gol veio aos 37 minutos. Flavinho chegou pela esquerda, invadiu a área e chutou, Janderson rebateu nos pés de Alexandre Carvalho, que dominou e fuzilou as redes do adversário. Foi o terceiro gol do zagueiro na competição.

Aos 41 minutos, o Marreco ficou com um a menos. Eydison, dominou bola no meio de campo, o juiz entendeu que foi com o braço e expulsou o atacante. A decisão foi bastante contestada, já que o lance não oferecia risco de gol ao adversário.


Segundo tempo 
O Porto voltou para o segundo tempo disposto a diminuir a vantagem do Brusque para chegar ao empate. O time visitante começou melhor e em poucos minutos criou mais oportunidades de gol que em toda a primeira etapa. 

A primeira chance clara foi aos 3 minutos. Na primeira defesa que exigiu grande dificuldade de Fabão. Yuri apareceu livre na cara do goleiro, mas o arqueiro do Marreco salvou o gol adversário.O Brusque respondeu aos 14 minutos com Serginho. Negueti fez ótima jogada pela esquerda e cruzou para o meia. Livre, o jogador testou forte, a bola explodiu no travessão e saiu.

Com o Porto todo aberto em busca de diminuir o marcador, o Brusque cansou de perder gols no contra-ataque. Cidinho chegou a fazer o terceiro aos 19 minutos de jogo. Ele recebeu de Flavinho e marcou um golaço de voleio, mas a arbitragem marcou impedimento. Eurico perdeu oportunidade clara aos 29 minutos. O volante saiu na cara de Janderson, mas cochilou e zaga do Porto mandou para escanteio.

O time visitante quase diminuiu aos 36 minutos. Em uma trapalhada do juiz, Luís André deu carrinho e desarmou Yan, na bola, mas o árbitro anotou penalidade para o adversário. O próprio Yan foi para cobrança, mas Fabão saltou no canto direito e salvou. Na sobra, o jogador ainda voou nos pés do atacante e evitou novamente até que a zaga afastasse.

O Porto ainda assustou aos 48 minutos. Dudu bateu falta próximo a entrada da área, mas a bola pegou no travessão esquerdo do Marreco e saiu.

Com a vitória, o Brusque abriu cinco pontos do Marcílio Dias. O Marinheiro venceu o Concórdia por 3 a 1 fora de casa e assumiu a vice-liderança, com 14 pontos. O Marreco pega agora o Hercílio Luz, na quarta-feira, 26, em Tubarão, e precisa de um triunfo simples para ficar com o título antecipado do turno e um ponto de bonificação no quadrangular final.


Ficha Técnica
Campeonato Catarinense – Divisão Especial
5ª Rodada – Brusque 2×0 Porto
Data: 23/06/2012 – Domingo
Estádio: Augusto Bauer
Árbitro: Jonas Estevão da Silva
Assistentes: Joel Reis Alves Júnior e Sandro da Silva Rocha
Brusque: Fabão; João Paulo, Alexandre Carvalho, Negueti, Flavinho; Fabinho, Eurico, Luis André (Cleyton), Serginho (Thiago Ferreira); Eydison, Cidinho (Roberto Jacaré).
Porto: Janderson; Pity, Itamar, Richardt; Yuri, Marcus Vinicius, Dieguinho (Romarinho), Ruy (Felipe) e Dudu; Yan e Alan. Técnico: Adriano Kanaa
Cartões Amarelos: Eydison, Fabinho, Flavinho (B), Yuri (P)
Cartão Vermelho: Eydison, aos 41 do primeiro tempo.
Gols: Eydison, aos 15 minutos, e Alexandre Carvalho, aos 39 do primeiro tempo para o Brusque

Resultados da sexta rodada:
22/6 – sáb. 19h XV Outubro 0x1 Biguaçu/Canoinhas – Gigante do Vale
23/6 – dom. 16h Brusque 2×0 Porto – Augusto Bauer
23/6 – dom. 16h Caçador 2×1 Imbituba – Alberto da Costa Neves
23/6 – dom. 16h Concórdia 1×3 Marcílio Dias – Domingos Lima
23/6 – dom. 16h Hercílio Luz 2×1 Tubarão – Aníbal Costa

Próximos jogos:
26/6 – qua. 20h30 Hercílio Luz x Brusque – Aníbal Costa
26/6 – qua. 20h30 Marcílio Dias x Tubarão – Hercílio Luz
26/6 – qua. 20h30 Imbituba x XV de Outubro – Emília Rodrigues
26/6 – qua. 20h30 Porto x Concórdia – Antiocho Pereira
26/6 – qua. 20h30 Biguaçu/Canoinhas x Caçador – Benedito Carvalho


Classificação  P J V E D GP GC S
1 – Brusque  19 7 6 1 0 15 4 11
2 – Marcílio Dias   14 7 4 2 1 16 4 12
3 – Porto           14 7 4 2 1 12 6 6
4 – Concórdia  11 7 3 2 2 10 8 2
5 – Tubarão  11 7 3 2 2 10 8 2
6 – Hercílio Luz    11 7 3 2 2 10 9
7 – Caçador   8 7 2 2 3 11 10 1
8 – Imbituba   6 7 2 0 5 5 13 -8
9 – Canoinhas       3 7 1 0 6 6 14 -8
10 – XV de Indaial  1 7 0 1 6 2 21 -19


Confira a reportagem completa sobre a vitória do Marreco na edição impressa desta segunda-feira, 24 de junho.
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio