Brusquense arrecada lacres de alumínio de latas há um ano para caridade

Wilma Walendowsky dos Santos, 82 anos, vai doar os lacres que arrecada desde o ano passado para a Apae

Brusquense arrecada lacres de alumínio de latas há um ano para caridade

Wilma Walendowsky dos Santos, 82 anos, vai doar os lacres que arrecada desde o ano passado para a Apae

Há um ano, a moradora de Brusque Wilma Walendowsky dos Santos, de 82 anos, teve a atenção despertada enquanto almoçava, ao ver garrafas cheias de lacres de alumínio de latas expostas em um restaurante de Balneário Camboriú. “Também posso fazer isto”, pensou Wilma, que começou a recolher o material logo após voltar a Brusque, com o objetivo de doar a uma instituição de caridade.

No dia 12 de junho do ano passado, Wilma leu uma matéria do Município Dia a Dia, sobre a campanha “Eu ajudo na lata”, uma parceria entre a Associação Empresarial de Brusque (AciBr) e a Unimed, em apoio à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), com o objetivo de arrecadar lacres de alumínio de latas para que o material fosse vendido e o valor revertido na compra de cadeiras de rodas. Neste momento, ela decidiu que doaria todos os lacres de latinhas para a Apae e iniciou sua arrecadação. O recorte do jornal, explicando quantos lacres cabem em uma garrafa pet e quantas delas cheias são necessárias para a compra de uma cadeira de rodas, está emoldurado até hoje ao lado da mesa onde Wilma arruma e guarda os lacres recolhidos.

Durante esta jornada de arrecadação, Wilma contou com a colaboração de familiares e amigas, que levam até ela sempre que possuem uma quantidade do material. Hoje, ela possui seis galões de cinco litros, 14 garrafas pet e 13 garrafas de 1,5 litro, todas cheias de lacres. A doação será realizada esta semana para a Apae.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio