Conteúdo exclusivo para assinantes

Brusquense atleta do Cruzeiro e bicampeão mundial relembra o início na carreira

Éder Levi Kock, central da equipe mineira, começou no basquete, partiu para natação até chegar ao vôlei

Brusquense atleta do Cruzeiro e bicampeão mundial relembra o início na carreira

Éder Levi Kock, central da equipe mineira, começou no basquete, partiu para natação até chegar ao vôlei

Há seis anos morando em Belo Horizonte (MG), Éder Levi Kock já trocou o característico sotaque brusquense pelas interjeições mineiras. Mas o atleta de voleibol do Sada Cruzeiro, equipe entre as mais vitoriosas do país, ainda guarda com carinho memórias da cidade que o proporcionou a chance de viver como atleta profissional.

Agora com 24 anos, Kock passou a integrar a equipe profissional do Sada em 2013. Desde então, suas conquistas foram multiplicando: ele é bicampeão Mundial de Clubes (2015 e 2016), tricampeão Sul-Americano (2014, 2016 e 2017) e tetracampeão da Superliga, além de outras conquistas com a Raposa.

Esporte na veia
A adrenalina do esporte sempre correu nas veias do atleta, mas não foi o voleibol que primeiro o chamou a atenção. Foi no basquete que ele encontrou uma forma de extravasar a energia, já que era uma criança hiperativa. “Eu busquei o clube Bandeirante, mas como era muito novo, com 10 anos, acabei não desenvolvendo uma aptidão pelo esporte”, disse.

Na sequência, buscou a natação no Caça e Tiro, e por lá ficou durante um ano. Por convite de um amigo, foi convidado a praticar o voleibol no Sesc, mostrando aptidão logo em seus primeiros meses na modalidade. “Depois de um tempo eu fui convidado para participar de uma seletiva da equipe do antigo Colégio Potencial, hoje Cultura. Aí consegui passar e fiquei até meus 15 anos por lá”, explica.

Nos últimos anos do ensino médio, Kock treinou na Escola Barão do Rio Branco, em Blumenau. Foi nesse período que o central despontou, fazendo parte inclusive da Seleção Brasileira Infanto. Recomendaram, então, que ele que fosse realizar uma seletiva no Cruzeiro em 2012. “Eu entrei em contato com eles, mas eu não tinha como ir viajar pra tão longe e fazer uma seletiva, correndo o risco de ser reprovado. Aí eles pediram que eu fosse direto, já para ser treinado no time de base”.

Chegada no Cruzeiro
A caminhada entre a base e o profissional se deu de maneira natural. O brusquense se dedicou muito nos treinos, e o comprometimento aliado à técnica apurada o fez crescer dentro das categorias do clube. Ainda como atleta da base, ele conquistou títulos importantes, como o Metropolitano Juvenil em 2013 e 2012.

Com 24 anos, Kock sonha ainda em chegar na Seleção Brasileira principal. Foto: Sada Cruzeiro / Divulgação

O ano de 2015 foi um dos mais especiais para Kock dentro da Raposa. Ele fez parte do projeto Sada Cruzeiro Unifemm, equivalente a um Cruzeiro B, sagrando-se campeão da competição naquele ano, além de ter feito parte do elenco que conquistou o Mundial de Clubes.

Agora, o foco de Kock é conquistar um espaço na Seleção Brasileira de Voleibol. “Todo jogador de vôlei tem esse objetivo. É um sonho pra mim, mas sei que não é fácil. A seleção principal é muito disputada, mas quem sabe eu chegue lá. Ainda quero disputar Olimpíadas”.

Dica de campeão
Kock visita Brusque pelo menos duas vezes ao ano. Seus pais e grande maioria dos familiares ainda moram na cidade. Com o tempo, o título e as experiências adquiridas, o atleta se tornou uma referência do trabalho de voleibol realizado na cidade.

“Tem que trabalhar. Nada cai do céu. É preciso foco, determinação e dedicação nos treinos. Eu não imaginava estar onde estou hoje, mas cheguei com muito esforço”, Éder Levi Kock

O jovem atleta Pedro Henrique Tomasi recentemente também foi aprovado para começar a atuar pelas equipes de base do Cruzeiro. Para Kock, não há segredos em quem sonha seguir seus passos. “Tem que trabalhar. Nada cai do céu. É preciso foco, determinação e dedicação nos treinos. Eu não imaginava estar onde estou hoje, mas cheguei com muito esforço”.

Títulos de Éder no Cruzeiro

 

 

Conteúdo exclusivo para assinantes

Quero assinar com preço especial
[Acesse aqui]

Sou assinante

Sou assinante do impresso,
mas não tenho login
[Solicite sem custo adicional]

Tire suas dúvidas, em horário
comercial, pelo (47) 3351-1980

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio