Brusquense escreve livro de autoajuda para dependentes químicos

Curado do vício das drogas há sete anos, Fábio Henrique Barth escreveu o título “Vencendo os vícios com ajuda de Deus”

Brusquense escreve livro de autoajuda para dependentes químicos

Curado do vício das drogas há sete anos, Fábio Henrique Barth escreveu o título “Vencendo os vícios com ajuda de Deus”

Inspirado pela libertação do mundo das drogas, o brusquense Fábio Henrique Barth, 33 anos, escreveu um livro intitulado: “Vencendo os vícios com ajuda de Deus”. O trabalho já foi encaminhado para a editora Faest, que até o fim deste mês deve retornar para a aprovação do autor. O lançamento do livro ainda não possui uma data prevista, mas até março deve ocorrer, na igreja Calvário.

O escritor conta que, por 15 anos, foi dependente químico, mas há sete está curado dos vícios que possuía. Sendo assim, escreveu o livro que retrata um pouco da sua história de vida e de como conseguiu se libertar.

Barth, que trabalhava como pintor durante o dia para usar drogas à noite, atualmente é representante comercial, e também ajuda pessoas com o mesmo problema, em centro de reabilitações.

“Meu livro é prático, com ensinamentos que ajudarão os dependentes que buscam ajuda a conseguirem orientações de como conduzirem suas vidas”, comenta. Além disso, o livro traz dicas para os dependentes químicos de como obterem sucesso na libertação e também na reintegração à sociedade.

O livro de 52 páginas é dividido em sete capítulos e em cada um apresenta um passo de como se curar do mundo das drogas. A primeira tiragem será de 500 exemplares, que deverão ser comercializados de R$ 10 a R$ 15. A divulgação do trabalho deverá ocorrer, inicialmente, apenas nas igrejas. Mas, futuramente, o autor afirma que pretende colocar à venda nas livrarias cristãs.

A ideia de escrever o livro surgiu após ser convidado para palestrar em escolas no município, com temas voltados para as drogas. “Foi então que percebi que podia fazer algo a mais e comecei a rabiscar as ideias”, lembra.

O trabalho teve duração de dois anos e apenas em 2016 foi quando ganhou mais força para ser finalizado. A introdução do livro traz um breve resumo da vida de Barth, que entrou para as drogas aos 11 anos. “Eu só busquei ajuda quando cheguei ao fundo do poço, quando perdi tudo e quase perdi minha namorada, que hoje é minha esposa”, conta.

Motivado a mudar de vida por Janine Luchini Barth, o escritor buscou ajuda e foi convidado por um vizinho a participar da igreja. “Passei a me envolver com as atividades da igreja, mudei as amizades, e criei responsabilidades com a igreja, as quais me ajudaram muito”.

Segundo Barth, seu trabalho está voltado para os dependentes químicos que querem ajuda e reconhecem que precisam mudar de vida. “Não adianta eu querer que um usuário que está saindo de uma boca de fumo leia meu livro, porque não acontecerá”, analisa.

Novos trabalhos

O autor revela que já planeja escrever novos livros futuramente, inclusive já possui alguns temas. Barth ressalta que o próximo da lista deverá ser voltado para as famílias dos dependentes químicos. “É preciso que os pais e familiares tenham uma base de como ajudar, confiar e apoiar”, comenta.

O novo livro deverá ter entre 50 a 100 páginas também, para poder ser comercializado por um valor mais acessível. “A intenção é que seja um livro de ensinamento prático também, na linha de autoajuda”, informa.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio