Brusquense vence etapa estadual de concurso de Redação de Cartas

Gabriela Schwanberger, 15 anos, é estudante do Ensino Médio do Colégio São Luiz

Brusquense vence etapa estadual de concurso de Redação de Cartas

Gabriela Schwanberger, 15 anos, é estudante do Ensino Médio do Colégio São Luiz

Pela segunda vez consecutiva, o Colégio São Luiz foi campeão da etapa estadual do 44º Concurso Internacional de Redação de Cartas, realizado no Brasil pelos Correios. A aluna do primeiro ano do Ensino Médio, Gabriela Schwanberger, 15 anos, é a autora do melhor texto de Santa Catarina, e o 18º melhor do Brasil, entre as 81 redações participantes.

De acordo com o professor de Língua Portuguesa e Literatura do colégio, Luiz Deschamps, a vitória de Gabriela na etapa estadual foi uma surpresa. “Foi um fato inédito, é muito raro premiarem o mesmo colégio por dois anos consecutivos, e nós conseguimos isso com a redação da Gabriela”, diz.

No ano passado, o estudante Pedro Rebelo Setragni conseguiu o primeiro lugar estadual do mesmo concurso, fato que inspirou Gabriela a participar nesta edição. “No ano passado, só o Pedro participou. Neste ano, eu e mais uma aluna mandamos as redações porque vimos que é possível ter um bom resultado, mas eu achava muito difícil vencer por causa do ano passado”, afirma a estudante.

O tema do concurso neste ano foi “O mundo no qual você gostaria de viver”. “Era preciso escrever um texto num formato de carta sobre o tema. Não foi difícil escrever, eu pesquisei sobre o tema, pesquisei também as redações vencedoras dos anos anteriores para ver a forma de escrita, a linguagem e construí o meu texto”, explica a estudante.

A carta de Gabriela foi escrita para o futuro filho. “Foi muito criativa. A interlocução com o futuro foi muito bem construída”, destaca o professor.

Deschamps ressalta ainda o trabalho de base realizado no colégio como uma das fórmulas para o sucesso dos alunos nos concursos. “Há todo um trabalho de texto realizado aqui. A língua portuguesa é muito explorada no colégio. Desde o início do processo de alfabetização focamos muito nisso, e estamos vendo os resultados. Muitos dos nossos alunos gostam muito de escrever, só falta o incentivo”, diz.

Gabriela, que também participa do Like – projeto do Município Dia a Dia voltado ao público jovem, publicado hoje nas páginas 16 e 17 – ainda não sabe qual profissão seguir, no entanto, pretende participar de mais concursos de redação. “Sempre gostei muito de escrever, por isso, participei do concurso e pretendo participar de outros. Tem muito jovem que gosta de escrever, mas não tem incentivo para participar de concursos ou acha que não é possível vencer. Aqui no colégio tivemos o exemplo que sempre temos chances, só é preciso mais divulgação e estímulo”, destaca.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio