Brusquenses optam pelas excursões para visitar a Oktoberfest Blumenau

Muitas pessoas se hospedaram nas cidades da região e utilizaram o serviço para ir e voltar em segurança

Brusquenses optam pelas excursões para visitar a Oktoberfest Blumenau

Muitas pessoas se hospedaram nas cidades da região e utilizaram o serviço para ir e voltar em segurança

O mês de outubro é bastante movimentado na região, com as festas alemãs tomando conta dos pavilhões das cidades. E, devido à proximidade entre Brusque e Blumenau, muitos brusquenses aproveitaram a Oktoberfest. Para evitar o trânsito e poder se divertir com segurança, muitos optaram pelas excursões para ir até a Vila Germânica.

Maicon Shaman começou a ajudar na organização de excursões ainda em 2007, quando um amigo iniciou a atividade. Mas foi só em 2014 que ele e um amigo tomaram a frente da iniciativa. “Chegamos a colocar nove ônibus, mais de 400 pessoas, em um único sábado de festa”, conta.

Veja também:
Dívida trabalhista do antigo HEM é de cerca de R$ 7 milhões

Prefeitura de Brusque ainda espera documentos para liberar construção do novo shopping

Presentes em quase todos os bairros, mercadinhos de Brusque mantêm clientela fiel

 

A procura é grande por grupos de amigos que querem visitar a festa juntos e também por pessoas que estão indo pela primeira vez. Ele e o amigo organizam ônibus todos os três sábados de festa, saindo de Brusque. Entre as principais vantagens em ir até a Oktoberfest de excursão, Maicon destaca a segurança, a cerveja disponível no ônibus e também as novas amizades que se pode fazer na viagem.

Empresas da região também investem no transporte até Blumenau. A Colombi Turismo é uma delas e, desde o início da festa, levou turistas hospedados em Brusque e Guabiruba quase que diariamente até à Vila Germânica. “Só houve dois dias em que tivemos pouca demanda. Temos vários horários, para quem quer ver o desfile, quem quer aproveitar a festa, quem quer voltar um pouco mais cedo”, explica Diego Colombi, proprietário da empresa.

No sábado, 13, ele conta que foram 130 turistas, saindo de Brusque e Guabiruba. Para o último sábado da festa, o número de reservas foi o mesmo. Quem aproveita o transfer oferecido pela empresa são principalmente visitantes dos estados de São Paulo e Minas Gerais, e também do Nordeste do Brasil.

“Muita gente acaba não conseguindo se hospedar em Blumenau por falta de vagas e até pelo custo, então fica nas cidades próximas. E muitos estão vindo pela primeira vez, então, no transfer nós passamos vídeos institucionais sobre a festa, a cidade, tiramos dúvidas quanto aos ingressos”, diz.

Janína Somensi, proprietária da TwistTur, conta que não organiza o roteiro, mas disponibiliza os carros da empresa para grupos que queiram contratar o transporte. Em dias movimentados, cada carro da frota chega a fazer duas viagens.

Veja também:
Memorial da fábrica de vasos Willy João Dietrich é o novo ponto turístico de Guabiruba

Procurando imóveis? Encontre milhares de opções em Brusque e região

Oktoberfest ultrapassa público da última edição com mais de 592 mil

“Daqui de Brusque teve procura, mas o que mais teve foi por parte de turistas, hospedados aqui ou em Balneário Camboriú”, diz. Para o último final de semana de festa, ela diz que cerca de cinco grupos procuraram a empresa para realizar excursões até Blumenau.

Dentre as vantagens em optar pela excursão, Colombi aponta a lei seca e a segurança, poder beber sem se preocupar com a volta. Além disso, ressalta a economia com o valor do estacionamento e a interação entre as pessoas que vão no mesmo ônibus.

“Estamos falando de uma festa com muito chope, então a primeira coisa é a segurança de poder se divertir na festa e não voltar dirigindo. Na excursão sempre surgem novas amizades e é bem mais divertido”, pontua Maicon.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio