Brusquenses percorrem mais de 800 km pelo Caminho de Santiago de Compostela

Os primos Andresa Reis e Tarcísio José Reis caminharam e pedalaram pela Espanha por 13 dias

Brusquenses percorrem mais de 800 km pelo Caminho de Santiago de Compostela

Os primos Andresa Reis e Tarcísio José Reis caminharam e pedalaram pela Espanha por 13 dias

Elo familiar, determinação e renovação espiritual. Estes foram os segredos para que os primos Andresa Reis e Tarcísio José Reis completassem um dos desafios mais intensos da peregrinação católica: o Caminho de Santiago de Compostela, na Espanha. Não fossem os três elementos, dificilmente a dupla percorreria com êxito os 819 quilômetros que envolveram o percurso, caminhando e pedalando por 13 dias, tampouco chegariam no destino: a Catedral de Compostela.

Andresa e Tarcísio resistiram ao sono – poucas horas dormidas em albergues espalhados pelo país europeu -, às variações climáticas e, principalmente à vontade de abandonar a aventura. Tudo porque sustentaram um ao outro. “Tinha vezes em que eu pensava em desistir, e ele me incentivava. Outras ele queria desistir, e eu estimulava para continuar”, diz Andresa.

No fim, todo o esforço foi recompensando. Da pedalada que iniciou como um desafio para o corpo, foi a alma que mais se beneficiou. “Foram tantas lições na bagagem que ela ficou pequena. Começou com um propósito esportivo e terminou como uma superação espiritual. Saímos de coração pleno, alma leve e dever cumprido”, diz.

“Foram tantas lições na bagagem que ela ficou pequena. Começou com um propósito esportivo e terminou como uma superação espiritual. Saímos de coração pleno, alma leve e dever cumprido”- Andresa Reis

O trajeto

Existem muitas maneiras de percorrer o Caminho de Santiago de Compostela, mas o mais tradicional é conhecido como ‘caminho francês’, justamente porque parte da fronteira entre França e Espanha. Os primos brusquenses optaram por esse trajeto que parte do pequeno município Saint Jean Pied de Port, ainda em território francês. “Desses 819 quilômetros, 27,5 km foram percorridos a pé pelos Montes Pireneus na França”, explica Andresa. A cordilheira separa os dois países europeus.

Em um dos dias, os primos chegaram a completar 128 km / Foto: Especial
Em um dos dias, os primos chegaram a completar 128 km / Foto: Especial

A dupla não levou bicicletas do Brasil para o Velho Continente. Ao invés disso, optou por alugar no país do Caminho de Santiago e partir da cidade de Pamplona, no Norte. A partir daí a aventura começou, e com ela, as dificuldades. “Logo nos primeiros dias precisamos empurrar as bicicletas porque encontramos neve. Nós passamos por muitos climas e tipos de solo”, diz a atleta.

A alimentação dos primos se baseou em suplementos carregados em mochilas. Aí valeram a pena as horas de treino na Academia Viva. Os exercícios prepararam Andresa e Tarcísio para as 10h diárias de pedaladas cortando a Espanha. “Foi um teste dos nossos limites. Eu não sabia que era tão forte. Tinha dias que acordava chorando, de tanto esforço e dor que senti. Em alguns momentos era com o coração que pedalava, porque o corpo já estava entregue”, explicou. Quando chegaram, enfim, à histórica Catedral, os brusquenses foram contemplados com a Missa dos Peregrinos. Assistiram à celebração e agradeceram pela missão cumprida.

Os primos, que são empresários, se prepararam por cerca de dois meses para o desafio. Eles agradecem especialmente à Duda Raimundo e Alisson Fumagalli pela preparação física, além de Ana Paula Libardo e Dermavita Farmácia pelo apoio na dieta nutricional e suplementação.


Peregrinação histórica

O Caminho de Santiago de Compostela é realizado por peregrinos há pelo menos 11 séculos. A tradição iniciou como uma forma de penitência para cristãos que clamavam pelo perdão de seus pecados. Para isso, percorriam quase toda a Espanha a pé até a Catedral de Compostela, onde há relatos históricos de que estejam os restos mortais de Santiago Maior, ou, para a tradução bíblica em português, São Tiago Maior, um dos 12 apóstolos de Jesus Cristo – ‘Maior’ para diferenciar de São Tiago Menor, outro apóstolo, mais jovem.

 Catedral de Santiago, destino final da peregrinação / Foto: Especial
Catedral de Santiago, destino final da peregrinação / Foto: Especial

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio