Brusquenses sobem ao pódio em seis categorias na Volta Ciclística

Dez atletas fizeram a festa em casa após bons resultados na competição

Brusquenses sobem ao pódio em seis categorias na Volta Ciclística

Dez atletas fizeram a festa em casa após bons resultados na competição

O fim de semana foi de comemoração para os brusquenses. Ao fim das três etapas da sexta edição da Volta Ciclística, dez atletas foram premiados em seis categorias. Ao todo, na classificação geral, foram três medalhas de ouro, uma de prata, duas de bronze, três quartas colocações e uma quinta. A competição foi realizada sábado e domingo, 27 e 28 de julho, em Brusque e Botuverá. 
O técnico da equipe Brucicle/Latina Têxtil/ FME Brusque/Moofy/Rodonaves, Eduardo Gohr, analisou o desempenho de seus atletas. 
– Foi muito satisfatório. A maior realização foi com as equipes de base, principalmente, a Infanto-juvenil que conseguiu as três primeiras colocações. A nossa maior preocupação é que o ciclismo de Brusque não morra, por isso é feito um trabalho específico com as categorias de base e tivemos um ótimo desempenho entre elas – afirma o técnico.
A Brucicle participou do evento com 20 atletas, maior delegação de Santa Catarina na competição.
Pódios

As disputas das categorias de base foram acirradas. Mérito para os brusquenses que superaram seus adversários e conquistaram boas posições.
Na categoria Infanto-juvenil a festa foi completa. Os atletas da Brucicle, Henrique Hosang, Bruno Sevegnani Hansen e Thiago Zimmermann Visconti conquistaram as três primeiras colocações, respectivamente. Na quarta posição ficou Luis Henrique Heckert Constantini, brusquense que compete pela equipe Parentex, de Tijucas.
O ciclista Hosang afirmou que deixou para atacar no trecho final das etapas. 
– Trabalhei como velocista. Deixei o pessoal puxar mais no início. Nos últimos duzentos metros, dei tudo de mim e consegui superar – revelou o atleta que ganhou em duas das três provas.
Vinicius dos Santos foi o quarto colocado na Juvenil com o tempo de 3h06’54”.
Na categoria Júnior, Áquila Roux venceu a Volta com a diferença de 1’02” para o segundo colocado. Segundo ele, o fator ‘casa’ ajudou no desempenho dos atletas brusquenses. 
– A gente estava treinando durante toda a semana. Fizemos um trabalho específico para a chegada de domingo. Deixamos na cara do gol, era só marcar. Sem a equipe, não seria possível a vitória.
Além de Roux, seu companheiro de equipe, Felipe dos Passos, ficou na quarta colocação.
O ciclista Jean Carlos de Souza fez o melhor desempenho dos brusquenses na Sub-30, conquistando a quinta colocação.
Paulo Haas, competidor da Master A para atletas de 30 a 39 anos, levou a melhor e faturou a primeira colocação, com uma vantagem apertada de 32 segundos para o segundo colocado. O ciclista venceu as duas primeiras provas. Na etapa de domingo, ficou em segundo lugar por apenas quatro segundos. 
Para Haas, a tática para vencer na classificação geral, foi se manter entre os três primeiros colocados em todas as etapas.
– Foquei bastante nas provas de contrarrelógio e estrada, as quais saí campeão. Domingo, apenas administrei a vantagem, controlei a frente do pelotão e consegui chegar junto, ficando em segundo lugar.
Na principal categoria do ciclismo, o atleta paraolímpico Soelito Gohr ficou em terceiro lugar, com a diferença de 1’02” para o primeiro colocado. 

> Leia a matéria na íntegra na edição impressa do MDD desta segunda-feira, 29 de julho.
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio