Com cerca de 970 hectares – ou o tamanho de 1.047 campos de futebol de dimensões oficiais – as terras da pousada Recanto Feliz são colossais. A maior parte deste terreno é constituída de mata nativa, colaborando com as estatísticas de preservação do município de Botuverá.

Não bastasse o alto volume de mata atlântica intocada, o Recanto Feliz conta ainda com a maior cachoeira da região de Brusque. São 140 metros de altura, dividida em várias quedas. Apenas uma das quedas de água conta com 75 metros. A cachoeira é uma das mais procuradas de Botuverá, principalmente no verão.

O local esbanja riquezas. Um fino curso de água atravessa a parte da pousada, fazendo com que fique aconchegante e convidativo para uma caminhada. Há também piscinas naturais, banhadas pela água cristalina que partem da cachoeira para levarem vida para as cidades da região.

Se em Botuverá a matéria-prima em maior abundância são os recursos naturais, preservar pode ser um bom negócio. Foi desta forma que os administradores da pousada conciliaram o cuidado com o meio-ambiente e uma maneira sustentável de empreender.

Foto: Recanto Feliz/Divulgação

Apostando em chalés e um restaurante construídos com madeira, que ajudam a compor o cenário bucólico de vida no campo, a família Pavesi aproveitou a beleza de um vale no bairro Lageado para investir. Atualmente registra reservas todos os fins de semana, com lotação total em muitas ocasiões durante todo o ano.

História da pousada

Há cerca de 18 anos, a família Pavesi, dona das terras, decidiu fazer ali um local para festas e eventos. Contudo, logo após a primeira festa a ideia foi abortada. A poluição – seja sonora, visual ou mesmo de lixo propriamente dito – comprovou que não seria uma boa ideia.

Amadureceu, portanto, a ideia de uma pousada, com chalés distribuídos para que as famílias pudessem passar o fim de semana. Álvaro Bueno é hoje um dos administradores, e explica que o público que frequenta busca paz e tranquilidade. “O pessoal se encanta logo na chegada. É algo diferente, um vale com beleza local e belas vistas. Eles procuram tranquilidade, estar em contato com a natureza”.

Local registra alto índice de hospedagens aos fins de semana. Foto: Recanto Feliz/Divulgação

Desta forma, o Recanto Feliz se tornou um dos locais mais estruturados para o ecoturismo da região. Diferente da maioria dos pontos, em que há muito o que se explorar e um potencial a ser descoberto, lá é possível desfrutar da riqueza do ecossistema regional com acesso fácil, segurança e conforto. Conforme explica Bueno, nenhum acidente foi registrado no local.

Atualmente, a pousada Recanto Feliz conta com 11 chalés, com capacidade total para receber 110 pessoas. As reservas são feitas para a chegada na sexta-feira, com saída no domingo. “O chalé atende desde casais até grupos com 24 pessoas”, explica Álvaro.

Além da pousada, o local recebe visitantes ocasionais que estejam apenas de passagem. Aos que almoçam no restaurante que conta com tudo o que a culinária caseira e típica de Botuverá pode oferecer, a entrada é gratuita. Quem não fica para almoçar paga uma taxa simbólica de visitação e manutenção do ambiente.

Recanto Feliz
Endereço: Estrada Geral do Lageado
Acesso: Permitido
Nível de dificuldade: Fácil
Riscos: Mínimos
Sinalização: Sinalizado


Você está lendo: Recanto Feliz [Experiência em vídeo]


Veja também:
– Potencial para ecoturismo [Experiência em vídeo]
– Parque das Grutas [Experiência em vídeo]
– Morro do Barão [Experiência em vídeo]
– Rebio da Canela Preta [Experiência em vídeo]
– Floresta dos Xaxins [Experiência em vídeo]
– Fazenda Alegre [Experiência em vídeo]
– Travessia dos Lageados [Experiência em vídeo]
– Trilha das Minas Abandonadas
– Travessia ao Faxinal do Bepe
– Trilha dos 100
– Trilha do Graff
 Cachoeira do Bégo [Experiência em vídeo]
– Cachoeira do Venzon [Experiência em vídeo]
– Cachoeira do Lageado Baixo [Experiência em vídeo]
– Salto do Sessenta [Experiência em vídeo]
– Cachoeira da Água Fria [Experiência em vídeo]
– Rio Itajaí-Mirim
– Roteiro turístico