Cadastro biométrico de eleitores ainda gera dúvidas em Brusque

Chefe de cartório esclarece principais questionamentos a respeito do serviço

Cadastro biométrico de eleitores ainda gera dúvidas em Brusque

Chefe de cartório esclarece principais questionamentos a respeito do serviço

O movimento de eleitores buscando o cadastramento biométrico no Cartório Eleitoral de Brusque aumentou muito, já que se aproxima do prazo final para o procedimento, que é no dia 7 de dezembro. Mas, faltando pouco menos de um mês para o fim dos cadastros, muitos cidadãos ainda têm dúvidas e chegam ao atendimento com a documentação incompleta, sendo necessário voltar em um outro momento e tomar todas as providências restantes.

Além dos documentos, – que envolvem carteira de identidade, título de eleitor e comprovante de residência recente -, é preciso que o eleitor não tenha pendências com eleições anteriores, como ausências em votações sem justificativa. Sem o cadastro biométrico, os eleitores não poderão participar da votação para presidente, governador, senador e deputados em 2018.

Conforme explica o chefe de cartório da 86ª Zona Eleitoral de Brusque, Guilherme Benedet, a prioridade é para quem agenda seu atendimento no site do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC), pelo www.tre-sc.jus.br.

“Dessa forma a pessoa evita perder muito tempo, já que estamos com grande volume de atendimento ultimamente. Além disso, nosso atendimento é direto, das 9h às 19h, mas a partir das 18h não disponibilizamos mais senhas para que os profissionais possam encerrar o expediente no horário previsto”.

Procedimento para quem não justificou


Quem deixou de votar em alguma das eleições passadas e não justificou sua ausência não poderá realizar o cadastro biométrico sem antes pagar multas referentes a estas votações. Para cada ausência há uma multa, no valor de R$ 3,50, sendo que em uma eleição com dois turnos, se o eleitor faltou em ambos, precisará pagar duas multas.

A guia para o pagamento da notificação pode ser solicitada no próprio cartório, mas para facilitar o processo também existe a possibilidade de imprimir o boleto no site do TRE-SC. “Depois basta retornar aqui com os documentos exigidos e também o comprovante do pagamento”.

Transferência de zona eleitoral
Para fazer o cadastro biométrico no cartório de Brusque, é preciso que o cidadão vote no município, em Botuverá ou em Guabiruba. Ou seja, pessoas vindas de outras regiões precisam transferir seus títulos para a zona eleitoral brusquense.

O procedimento, como explica Benedet, é simples e rápido. “A gente aconselha a agendar o atendimento, e no ato do cadastro biométrico já faz a transferência. Os documentos são os mesmos”, explica. Porém, esse serviço não é disponibilizado no posto da Justiça Eleitoral anexo ao anfiteatro da Unifebe, sendo necessário realizar no cartório, na rua Humberto Mattiolli.

Meta difícil de alcançar
Desde o dia 17 de abril, o cartório de Brusque atende os cadastros biométricos. No entanto, o número de eleitores da cidade que realizou o procedimento ainda é baixo conforme revela Benedet. “Nós havíamos estipulado uma meta de 80% dos eleitores do município cadastrados até o prazo final, mas com os números que estamos acompanhando devemos chegar a 70%”.

Em Brusque, são 86.313 eleitores, e até o momento cadastraram 46.807, um total de 54,23%. Já em Guabiruba, com 15.188 de eleitores, 9.386 estão cadastrados, exatos 61,80%. Em Botuverá estão os números mais positivos, com 88,13% dos eleitores devidamente cadastrados no sistema biométrico: 3.899 dos 4.424.

Programe-se

Brusque
Rua Humberto Mattiolli, 78, Centro, próximo à praça Sesquicentenário
Das 9h às 19h

Rua Manoel Tavares, 52, Centro, anexo ao anfiteatro da Unifebe, próximo à rotatória do Angeloni
Das 9h às 19h
Mais informações: 3396-6215

Guabiruba
Rua José Fischer, 76, Centro
Das 9h às 19h
Mais informações: 3308-3110

Agendamentos pelo site www.tre-sc.jus.br

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio