Caixa de Brusque tem movimento intenso para saque do FGTS

Nesta sexta-feira, 10, centenas de pessoas, nascidas em janeiro e fevereiro, foram à agência para retirar o valor

Caixa de Brusque tem movimento intenso para saque do FGTS

Nesta sexta-feira, 10, centenas de pessoas, nascidas em janeiro e fevereiro, foram à agência para retirar o valor

Centenas de pessoas formaram uma grande fila em frente à Caixa Econômica Federal de Brusque na manhã desta sexta-feira, 10, para o saque do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). O dinheiro pode ser retirado pelos nascidos em janeiro e fevereiro.

Mesmo com o número expressivo de trabalhadores, que começaram a chegar por volta das 7h30 na agência do Centro, o atendimento foi tranquilo, com o registro de apenas alguns problemas. Lautino Furquino, 49 anos, auxiliar de tinturaria, foi um dos cidadãos que não conseguiu sacar o dinheiro para a sua esposa, que estava em horário de trabalho.

Ele conta que no começo da semana foi até a Caixa e solicitou informações se poderia retirar o valor para ela e lhe informaram que poderia. O dinheiro estaria liberado, conforme ligação no 0800 da própria agência. No entanto, nesta sexta-feira ao tentar sacar o dinheiro foi informado que o valor não foi liberado. O pior, para Furquino, foi saber ainda que a esposa terá que vir até à Caixa para saber o motivo do problema, e depois tentar novamente sacar o dinheiro. “Falam uma coisa e depois outra. Perguntei três vezes e me falaram que minha esposa não precisava vir e agora esse estresse”, diz.

A autônoma Franciele Lebeck, 28, chegou na agência às 8h30, porém, até perto do meio-dia não conseguiu sacar o valor. Ela diz que na consulta o valor estava disponível, mas ao chegar na Caixa, no site informava que faltava a empresa finalizar o contrato. Diante disso, Franciele precisou providenciar novos documentos e fazer cópia dos mesmos para poder retornar à Caixa e sacar o seu dinheiro.

“É um problema da empresa, porque outras não tiveram isso. Mas o importante que vou conseguir sacar”, diz a autonôma, que utilizará o valor para saldar dívidas, principalmente as que considera “pesadas”, como de emplacamento de veículo. Além disso, ela guardará outra metade para comprar agasalho para a filha no inverno.

Nara Adriana Esmala, 37, estudante de Pedagogia, foi outra trabalhadora que teve problema ao sacar o FGTS. Ela foi até a lotérica e descobriu que sua senha estava inválida, o que segundo Nara, nunca aconteceu antes em outro procedimento. Desta forma, precisou ir na agência e fazer outra senha. “É um problema que vem tumultuar e dificultar a retirada do valor, mas vou atualizar para poder pegar o dinheiro ainda hoje”, diz a estudante, que não tem dívidas e utilizará o valor para consumo próprio.

O empresário Isaías dos Santos, 52, aproveitou para ir na Caixa logo cedo, pois para ele, o dinheiro veio em ótima hora. “A economia vai melhorar e esse dinheiro pra mim é excelente, já que vou conseguir pagar algumas dívidas”, conta Santos, que trabalhou por muitos anos com fiação.

A Caixa Econômica de Brusque, por meio da Assessoria de Comunicação da Regional de Blumenau, informa que a movimentação para os saques nas agências está tranquilo. A sugestão é que os trabalhadores procurem a agência gradativamente, para não encontrarem tanta fila.

Nos municípios de cobertura da Caixa no Vale do Itajaí – 54 de Balneário Camboriú a Curitibanos – , serão pagos somente para os nascidos em janeiro e fevereiro R$ 65 milhões.

Horário estendido
As agências da Caixa Econômica de Brusque e de Guabiruba abrirão na segunda-feira, 13, e terça, 14, duas horas antes, ou seja, 8h.

Conforme já informado pelo banco estatal, neste sábado, 11, algumas agências também abrirão exclusivamente para o atendimento relacionado ao FGTS. A agência do Centro de Brusque e a do Centro de Guabiruba também abrirão as portas entre 9h e 15h.

Como retirar o FGTS
Os trabalhadores com contas inativas do FGTS poderão sacar de várias formas. Não é necessário ir diretamente à Caixa, também existe a possibilidade de pegar o dinheiro com o cartão cidadão até o limite de R$ 3 mil no caixa eletrônico, em correspondentes Caixa Aqui ou em lotéricas.

Quem tem direito ao saque é o trabalhador que foi demitido por justa causa ou pediu demissão até 31 de dezembro de 2015. Nesse caso, ele tem dinheiro inativo do Fundo de Garantia e poderá sacá-lo conforme o calendário divulgado pelo banco.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio