Calor aumenta as vendas de condicionadores de ar e ventiladores

As altas temperaturas registradas nos últimos dias impulsionam as vendas no comércio da cidade

Calor aumenta as vendas de condicionadores de ar e ventiladores

As altas temperaturas registradas nos últimos dias impulsionam as vendas no comércio da cidade

Diante do calor que tem feito já nos primeiros dias de verão, moradores do município de Brusque buscam alternativas para driblar as temperaturas elevadas. De acordo com Ronaldo Coutinho, responsável pela previsão do Climaterra, este será o verão mais quente dos últimos anos.


 


 Neste período, a venda de aparelhos climatizadores como ventilador, ar-condicionado e circulador de ar aumenta significativamente. Segundo Cléber Luiz Vargas, gerente de uma loja no Centro de Brusque, este ano as vendas de condicionadores de ar e ventiladores subiram cerca de 50% em relação ao mesmo período do ano passado.


 


“O impulso na comercialização destes produtos nesta época se deve ao fato do calor ter chegado mais cedo. Já estamos com falta de estoque de condicionadores de ar, campeão de vendas este mês”, relata.



O gerente conta que o tipo de ar-condicionado mais procurado é o Split, por ser mais silencioso e econômico. Além disso, a procura por climatizadores de ar também cresceu entre os consumidores que não podem conviver com o ar-condicionado devido a problemas respiratórios.



Moradora da cidade de Brusque há 25 anos, Maria Trindade Domingos, 70 anos, conta que o calor destes últimos dias é o maior de todos que se recorda. “Não tem como fugir, o jeito é resistir e se refrescar com a ajuda de um ventilador”.


 


O clima quente também incomoda a vendedora Suelen Ermes de Mello, 19 anos. Além de tomar banho bem gelado, diz que em sua casa o ar-condicionado está sempre ligado. “O problema é a conta no fim do mês. Na minha casa o consumo de energia triplicou”.



De fato, o tipo de ventilação mexe no bolso. Segundo Vagner Lima, consultor de treinamentos de uma loja de eletrodomésticos, um refrigerador de ar consome cerca de 30 vezes mais energia que os ventiladores, mas são a melhor opção para quem quer fugir do calor.


 


 “Para se ter um ideia, já estamos sem estoques de condicionadores de ar, o consumo ultrapassou 15% em relação ao ano anterior”, reforça.



Vagner salienta a preferência pelo modelo de ar split, que são mais econômicos e podem ser instalados sem a necessidade de se fazer grandes buracos na parede. Além disso, os ventiladores também superam as vendas de dezembro de 2011. “Seus valores variam entre 50 à 70 reais e são uma ótima opção para consumidores que desejam economizar”, explica.



Apesar de estarmos apenas no início do verão, a previsão é de que o clima continue com altas temperaturas. O importante é que o consumidor opte pelo eletrodoméstico que mais satisfaça sua necessidade sem comprometer o bolso.


 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio