Câmara de Brusque pede autorização para criação de emissora de TV aberta

Pedido de autorização foi enviado pelo presidente Jean Pirola à Câmara dos Deputados

Câmara de Brusque pede autorização para criação de emissora de TV aberta

Pedido de autorização foi enviado pelo presidente Jean Pirola à Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara de Vereadores, Jean Pirola (PP), solicitou à Câmara dos Deputados a liberação do sinal aberto de televisão e rádio para a criação da TV do legislativo brusquense. Embora o pedido já tenha sido feito, não há data para uma resposta.

Segundo Pirola, o pedido foi feito para rádio e TV, mas o interesse é apenas num canal de televisão. O deputado federal Esperidião Amin (PP) também acompanha a solicitação em Brasília.

Depois que a Câmara dos Deputados aprovar a liberação do canal, o processo seguirá para o Ministério das Comunicações, que irá deferir ou indeferir a criação da emissora. O último passo é a compra ou aluguel do equipamento e a contratação de jornalistas, produtores e outros profissionais.

O presidente do Legislativo diz que não foi calculado o custo de uma TV aberta em pleno funcionamento. Mas ele fechou uma parceria com a Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), que cederá a antena de transmissão. “É uma economia de R$ 300 a R$ 400 mil, é o mais caro”, diz.

Pirola pondera que o pedido para a criação da TV aberta não significa, necessariamente, o início das operações. Pode ser que o canal nem comece a funcionar durante o mandato de dele na presidência, que oficialmente vai até o fim de 2018, mas deve terminar no fim deste ano, pois há um acordo informal entre aliados.

O custo de uma TV aberta pode ser alto, admite Pirola, mas ele afirma que serão feitas parcerias, a fim de não sobrecarregar a Câmara em despesas. “Poderemos fazer parcerias com as cidades da microrregião, como Guabiruba e Botuverá”, diz.

A ideia é que o canal transmita uma programação variada, relacionada ao poder público. Por exemplo, a intenção é que a prefeitura também faça um convênio e use um espaço para informar à população. Da mesma forma será oferecida às câmaras e às prefeituras de Guabiruba e Botuverá.

A Assembleia Legislativa também deverá ser parceira e transmitir a sua programação para Brusque.

Modelo de Blumenau
A TV da Câmara de Brusque será inspirada na TV Legislativa, de Blumenau, que hoje transmite apenas em sinal fechado. Na cidade vizinha, o canal da Câmara transmite não apenas as sessões, mas também telejornais e programas de cultura, esporte e envolvimento comunitário.

O diretor da TV Legislativa de Blumenau, Daniel Bublitz, explica o canal atende os 15 parlamentares e a comunidade. São duas equipes de reportagem de manhã e duas à tarde.

Embora a equipe seja relativamente grande, há demanda porque as indicações e demais apontamentos dos vereadores viram matérias.

Ações sociais de igrejas e de associações também ganham espaço na programação, porém, a TV não pode cobrar por anúncios, apenas receber apoios.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio