Câmara mantém posicionamento e aprova projeto que proíbe radares em Brusque

Texto do vereador Alessandro Simas (PR) foi aprovado com emenda que restringe a possibilidade de contratação à lombada eletrônica

Câmara mantém posicionamento e aprova projeto que proíbe radares em Brusque

Texto do vereador Alessandro Simas (PR) foi aprovado com emenda que restringe a possibilidade de contratação à lombada eletrônica

O Legislativo brusquense manteve o posicionamento em relação à proibição da contratação pelo município de radar móvel e furão de semáforo. Em segunda votação, foi aprovado na noite de terça-feira, 11 de março, projeto do vereador Alessandro Simas (PR) que limita a contratação de fiscalizadores de velocidade apenas às lombadas eletrônicas.

O texto de Simas foi aprovado com emenda aditiva de Roberto Prudêncio Neto (PSD), a emenda da discórdia. Ela restringe a possibilidade de contratação à lombada eletrônica e elimina qualquer outra possibilidade. As lombadas eletrônicas, no entanto, não estão nos planos da prefeitura. A ideia da Secretaria de Trânsito e Mobilidade era contratar um radar móvel, oito furões de semáforo e um OCR [equipamento de reconhecimento ótico de caracteres].

Os vereadores do bloco governista ainda tentaram retomar o debate. Ainda antes da votação, o líder do PT, Felipe Belotto mostrou um vídeo em que ocorriam acidentes de trânsito. Ele pediu mais uma audiência pública para debater o assunto e solicitou que os órgãos de Segurança Pública sejam consultados. “Por que proibir os outros, além da lombada eletrônica, qual é o sentido disso?”, questionou.

Os argumentos do bloco governista não foram suficientes para dissuadir os vereadores favoráveis ao projeto. Simas, autor do texto, diz que respeita todas as opiniões, mas afirma que ‘a população não quer radares’. “Além de multar, eles fazem com que a arrecadação aumente. A gente está cansado de pagar, é um imposto travestido de multa de trânsito”, disse.

>> Leia matéria completa na edição do jornal Município Dia a Dia desta quarta-feira, 12 de março

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio