Caminhão atola na rua Ernesto Bianchini, no Guarani, em trecho que passou por obras

No local havia pedras e barro, e caminhão ficou preso durante duas horas e meia na tarde deste domingo, 15 de abril

Caminhão atola na rua Ernesto Bianchini, no Guarani, em trecho que passou por obras

No local havia pedras e barro, e caminhão ficou preso durante duas horas e meia na tarde deste domingo, 15 de abril

Caminhão ficou preso em buraco na rua Ernesto Bianchini – Crédito: Aline Camargo

Um caminhão carregado de calcário ficou atolado em um buraco que se abriu na rua Ernesto Bianchini, no bairro Guarani, próximo do cruzamento com a rua Frederico Petrusky. 

Por volta das 14h30, o motorista Reginaldo Nunes dos Santos, de 26 anos, estava iniciando a viagem para Rio Grande (RS), para onde levaria uma carga de calcário, quando ao passar pela rua Frederico Petrusky o solo cedeu e as rodas dianteiras ficaram presas no chão.
 
Foram necessários um caminhão guincho e outro caminhão carregado para retirar o veículo do buraco. A retirada só aconteceu às 17 horas. 

No mesmo cruzamento, bem próximo ao ponto onde o caminhão cedeu, uma equipe do Samae fazia o conserto de uma rede, que segundo o responsável pelo serviço, o encanador Samir Gonzatti Salha, já estava programado. 

– Se teve algum problema ali, foi com relação à prefeitura, que já mexeu ali. Mas onde estamos trabalhando não teve problema – esclareceu Salha. 

O proprietário do veículo, Adelino Fagundes, 45 anos, contou que o chão cedeu quando o caminhão passou, e que não havia nenhuma sinalização informando que havia obras na rua ou impedindo a passagem pelo local.

Fagundes explicou que a frente do veículo foi danificada, e que ainda teria que fazer uma análise para saber se os estragos na parte de baixo do veículo foram grandes. O motorista não ficou ferido.   
 
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio