Caminhoneiro baleado na BR 101 nega consumo de cocaína

Resultado de exame divulgado pela Polícia Civil apontou sinais da droga na urina de Eraldo Schwamback

Caminhoneiro baleado na BR 101 nega consumo de cocaína

Resultado de exame divulgado pela Polícia Civil apontou sinais da droga na urina de Eraldo Schwamback

O caminhoneiro Eraldo Schwamback, 37 anos, negou o uso de qualquer substância ilícita, inclusive cocaína, diferente do que apontaram as informações do exame toxicológico divulgado pela Polícia Civil. A delegada Tânia Harada, que responde pela Comarca de Barra Velha e é a responsável pelo caso confirma a informação. 

– O exame de urina que ele fez apontou a presença de cocaína. Tem diversas outras substâncias, que podem ser remédios que foram dados a ele no hospital. Agora tenho que fazer o contato com o hospital para verificar quais são essas substâncias também – informa.

Negação

Em entrevista ao jornal Município Dia a Dia acompanhado de seus advogados, Eraldo negou que fizesse uso de qualquer substância ilícita. Um de seus advogados, Fabrício Gevaerd, ressaltou que não foi feita nenhuma comunicação oficial sobre o resultado do exame, e que todos souberam do resultado pela imprensa. 

– Não tivemos acesso a nenhum tipo de exame, então para nós isso é totalmente extra-oficial – declara. 

O advogado destacou que ainda não pensa na possibilidade de ser pedida uma contraprova. 

– Não pensamos nisso ainda porque para nós, como não foi oficial, isso não existe. Como advogados dele nós desconsideramos este fato por completo, porque para nós o que existe é o que temos conhecimento, que é o depoimento dele e as testemunhas que citamos no depoimento dele e que serão ouvidas – afirmou. 

O advogado ressaltou ainda que não confia no exame realizado. 

– Eu desconfio de antemão, sem ter visto absolutamente nada, eu desconfio da fidedignidade de qualquer exame que se apresente. 
*Leia a reportagem completa na edição desta terça-feira, 4 de dezembro, do Jornal Município Dia a Dia. 
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio