Caminhoneiro de Brusque atingido por tiros da polícia em Piçarras segue internado

Ele está no Hospital Azambuja para a retirada de mais uma bala alojada em seu corpo, que não foi percebida durante sua passagem pelo Hospital São José, em Joinville

Caminhoneiro de Brusque atingido por tiros da polícia em Piçarras segue internado

Ele está no Hospital Azambuja para a retirada de mais uma bala alojada em seu corpo, que não foi percebida durante sua passagem pelo Hospital São José, em Joinville

O caminhoneiro Eraldo Schwambach, 37 anos, atingido por tiros de policiais civis depois de um incidente na BR 101, em Piçarras, segue internado. Ele está agora no Hospital Azambuja, para a retirada de mais uma bala que ficou alojada em seu corpo. 

Eraldo chegou a ser atendido no Hospital São José, em Joinville, depois dos tiros, mas a bala em questão não foi percebida. Ele e a família perceberam o projétil depois que Eraldo chegou à casa da irmã e sentiu um sangramento. 
Eraldo concedeu uma entrevista exclusiva ao Jornal Município Dia a Dia na tarde desta quarta-feira, 24 de outubro, enquanto esperava a visita de um cirurgião, para saber quais são os próximos passos de seu tratamento. Apenas uma coisa é certa: ele não quer mais voltar às estradas. 
**Leia a reportagem completa com o caminhoneiro Eraldo Schwambach na edição desta quinta-feira, 25 de outubro, do Jornal Município Dia a Dia.
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio