Candidatos a prefeito de Brusque apostam em jingles com paródias

Candidaturas tentam cativar o eleitor; propaganda no rádio começou na sexta-feira, 26

Candidatos a prefeito de Brusque apostam em jingles com paródias

Candidaturas tentam cativar o eleitor; propaganda no rádio começou na sexta-feira, 26

A campanha eleitoral recém começou, mas já há carros de som circulando pela cidade e tocando jingles de campanhas políticas. O uso das músicas é uma estratégia usada há décadas por vários políticos e contrasta com as redes sociais, que ganham cada vez mais protagonismo.
Praticamente todas as coligações que concorrem à Prefeitura de Brusque já lançaram jingles.

O publicitário Fernando Barni diz que os jingles são um recurso antigo usado por campanhas políticas. Getúlio Vargas, Juscelino Kubitschek e outros ex-presidentes os utilizaram para se popularizar. Naquela época, o rádio era o veículo mais forte. “O jingle surgiu para ser um modo criativo para o rádio, que estava muito sem criatividade e maçante”, afirma o publicitário.

O que mudou desde aquela época foi o modo de propagação. Antes, era pelo rádio e carros de som. Agora, existem também as redes sociais e aplicativos como WhatsApp. Para Barni, os candidatos optam pelas músicas porque facilita a memorização dos nomes e números da campanha. “O jingle não tem prazo de validade, até porque as rádios estão muito fortes ainda hoje”, diz.

Este também é o motivo de muitos deles escolherem fazer jingles em forma de paródia, ou seja, usando o ritmo de uma música já conhecida, mas mudando a letra. A coligação “Integração e Progresso”, de Ciro Roza (PSB) e Ari Vequi (PMDB), usou esta estratégia.

Músicas nas ruas

A coligação “Renova, Brusque”, de Jadir Pedrini (PROS) e Roberto Prudêncio (PSD), por exemplo, já conta com três músicas divulgadas na sua página no Facebook. De acordo com a assessoria da coligação, os jingles foram feitos por membros do PROS, apenas a finalização foi feita por uma agência terceirizada. Ainda conforme a assessoria, a intenção foi escolher músicas conhecidas para os jingles.

A coligação “Integração e Progresso”, de Ciro e Ari, já conta, inclusive, com carros de som pelas ruas. A coordenação de campanha informa que foram escolhidas músicas já conhecidas do público para popularizar entre os eleitores. Uma equipe de profissionais foi montada para fazer os jingles.

Além dos carros de som, as músicas também estão sendo compartilhadas no Facebook e no WhatsApp, e serão veiculadas no rádio. O horário eleitoral começou na sexta-feira, 26. Como a campanha será mais curta – somente 45 dias -, os candidatos apostam nos jingles e nas redes sociais para alcançar o maior número de pessoas possível antes do pleito de 2 de outubro.

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio