Carlos Renaux arranca empate e luta até o fim, mas é eliminado pelo Atlético Itajaí

Com direito a uma prorrogação dramática, Vovô lutou com garra, mas pecou no ataque e não saiu do 1 a 1

Carlos Renaux arranca empate e luta até o fim, mas é eliminado pelo Atlético Itajaí

Com direito a uma prorrogação dramática, Vovô lutou com garra, mas pecou no ataque e não saiu do 1 a 1

O Carlos Renaux deu adeus ao sonho do acesso à Série B do Campeonato Catarinense na tarde deste domingo, 21, ao empatar com o Atlético Itajaí em 1 a 1, no estádio Roberto Santos Garcia, em Camboriú, no jogo de volta das semifinais da Série C. Os mandantes abriram o placar aos 35 minutos do primeiro tempo, com Bruno Andrade, de cabeça, e Fabinho arrancou o empate aos 43 da segunda etapa. Continuando a perder muitas chances, o Vovô lutou na prorrogação até o fim, mas não teve forças para marcar pela segunda vez.

Mau início
O primeiro tempo foi bastante fraco tecnicamente, com as duas equipes tendo dificuldades em acertar o gol e principalmente em acertar a conclusão das jogadas, com muitos passes errados. Determinado e, em alguns momentos, nervoso, o Carlos Renaux tentava partir para o ataque, sendo neutralizado principalmente entre os 15 e os 30 minutos da primeira etapa.

Aos 35 minutos, o Vovô concedeu um escanteio em uma bobeira da defesa na disputa de bola próxima à linha de fundo. Após a cobrança, Bruno Andrade conseguiu se desvencilhar da marcação e subir sozinho para cabecear. A bola ainda quica no gramado e morre no fundo das redes, no canto esquerdo do goleiro Nathan. Assim, a defesa do Vovô conseguiu ser vazada após 463 minutos.

Maldição quebrada
No intervalo, Daniel Bahia entrou no lugar de Luizinho, que pouco pôde fazer na primeira etapa. O Carlos Renaux começou atacando muito bem, mas continuava desperdiçando chances claras de gol.

Aos três minutos, Djonathan foi lançado por Alisson e chutou com efeito, quase sem ângulo, obrigando Edmar, o nome do jogo, a fazer uma defesa espetacular para escanteio. Dois minutos depois, Daniel Bahia, desequilibrado, bate, Edmar bateu roupa e no rebote, na bola mascada, o goleiro conseguiu defender.

O Atlético Itajaí conseguia se impôr, mas a maioria de suas chances não eram tão claras. No entanto, aos 12, Bruno Andrade cruzou com estilo e Jean Carlos cabeceou livre. A bola passou rente ao travessão de Nathan.

Aos 25, Alisson recebeu livre, pela direita, invadiu a grande área e chutou em cima do goleiro adversário, em outra chance clara desperdiçada pelo Vovô. Com o passar do tempo, o Atlético Itajaí se via como classificado e passou a matar tempo, desacelerando o ritmo de jogo.

Mas o Carlos Renaux conseguiu finalmente quebrar sua maldição dos desperdícios e marcou o gol de empate. Aos 43 da segunda etapa, Willian deu belo passe para Fabinho. Ele teve calma e, na saída de Edmar, encobriu o goleiro com categoria. A zaga se esforçou para evitar o gol, mas era tarde. O Vovô conseguia uma prorrogação, e mais 30 minutos para tentar o gol da classificação. Mas as falhas na finalização do resto do jogo cobraram seu preço.

Em frangalhos
Nenhuma chance clara foi criada pelo Carlos Renaux nos dois tempos da prorrogação. Com o grande esforço para empatar no tempo regulamentar, os jogadores ficaram muito cansados. Thiago Cristian, por exemplo, mal conseguia andar, e ficou plantado no ataque para que o time não ficasse com um atleta a menos. Na base do desespero, a equipe foi guerreira, mas o Atlético Itajaí, que pôde correr menos nos primeiros 90 minutos, conseguiu conter seus adversários.

Aos 17 minutos do segundo tempo da prorrogação, Renan Matheus saiu livre para marcar o segundo gol do Itajaí. O goleiro Nathan foi obrigado a pará-lo com falta e levou o vermelho direto. Na cobrança da falta, o volante Willian, improvisado no gol, ainda conseguiu fazer a defesa.

Foi o último suspiro do Vovô, que, com determinação e raça, tentou a classificação neste retorno honroso ao futebol profissional. O time foi parado diante de uma forte equipe do Atlético Itajaí, que agora encara o Próspera na final da Série C.

 

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio