Carreata promovida por voluntários distribui balas para as crianças de Brusque neste domingo

Ação social foi idealizada por grupo de motoboys

Carreata promovida por voluntários distribui balas para as crianças de Brusque neste domingo

Ação social foi idealizada por grupo de motoboys

Entusiastas das antigas carreatas com Papai Noel, um grupo de motoboys de Brusque realizou, pela primeira vez, uma carreata para entregar doces para as crianças na manhã deste domingo, 18. Quem passou pela praça Sesquicentenário, por volta de 9h, viu a concentração de pessoas com adereços natalinos.

Jaison Charles Schutell foi um dos organizadores do evento. Ele conta que sempre gostou das tradicionais carreatas que aconteciam antigamente no município, por isso resolveu sugerir a ideia para os colegas de profissão.

“Não queremos deixar morrer esse folclore tão bonito, quem é daqui sabe que existiam muitas carreatas. A gente esperava na beira da estrada o Papai Noel passar. Hoje em dia, está se acabando, se a gente que é novo deixar isso morrer, os mais novos nunca vão saber o que é isso”, diz o motoboy e organizador.

Segundo Schutell, a sugestão foi aceita prontamente pelos motoboys e amigos. Em pouco tempo de preparação, eles conseguiram viabilizar a primeira edição da carreata. “Foi uma ideia em conjunto, fizemos uma reunião para isso. É um movimento social para não perder o folclore, porque está muito defasado. A ideia principal é isso, e em segundo mostrar para a sociedade que tanto os motoboys quanto os comerciantes são unidos”.

A ideia ganhou corpo e, em poucos dias, Schutell, Paolo, também um dos organizadores, e os demais participantes foram às ruas para conseguir doces. De acordo com o idealizador, os comerciantes foram generosos.

O grupo conseguiu juntar cerca de 150 quilos de balas. Toda essa guloseima foi distribuída para a criançada de 18 bairros da cidade. O trajeto do grupo teve início na praça em frente à prefeitura e seguiu no sentido Guarani, passando por Rio Branco, Dom Joaquim, Paquetá , Poço Fundo, Ponta Russa, Santa Terezinha e outros bairros.

Generosidade

Um dos participantes foi Billy Neves, proprietário da Goat Custom, oficina de customização de motos. Ele conta que já participou desse tipo de ação social anteriormente, quando fazia parte de um motoclube.

Como trabalha com motos, soube do evento e não teve dúvidas de que poderia ajudar. A empresa é pequena e foi criada há apenas seis meses, mas Neves se dispôs a patrocinar a ação e compareceu no domingo. “O que a gente puder fazer pelas crianças é sempre bem-vindo”, diz Billy Neves.

No meio das motos e carros, o que mais chamava a atenção era um ônibus enfeitado e com desenhos infantis. O dono do veículo é Pedro Gonçalves, que se mudou semana passada para Brusque.

Ônibus infantil de Pedro Gonçalves chamou a atenção / Foto: Marcos Borges
Ônibus infantil de Pedro Gonçalves chamou a atenção / Foto: Marcos Borges

Ele conta que a filha já morava na cidade, no bairro Nova Brasília, e ele trabalhava com o ônibus percorrendo pontos turísticos em São Paulo. Agora, resolveu se mudar e, assim que chegou, soube da ação social dos motoboys.

“Essa ação social é um gesto maravilhoso da turma de motoboys, por isso viemos participar”, diz Gonçalves. A ideia dele é percorrer a praça Sesquicentenário, o pavilhão Maria Celina Vidotto Imhof e outros pontos de Brusque com o ônibus.

Continuidade

Schutell afirma que a carreata dos motoboys veio para ficar. “Daqui para frente não morre mais, a tendência é cada vez mais forte e maior. Talvez, nos outros anos, tentaremos dividir em dois dias, para fazer na cidade toda”.

Iniciativa deve se repetir nos próximos anos / Foto: Divulgação
Iniciativa deve se repetir nos próximos anos / Foto: Divulgação
Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio