Carro cai no rio Itajaí Mirim e motorista, por pouco, não morre afogado

Davi Cecatto, 26 anos, trafegava pela Avenida Beira Rio, quando perdeu o controle e caiu no rio. Ele foi salvo por pessoas que trafegavam pelo local no momento do acidente

Carro cai no rio Itajaí Mirim e motorista, por pouco, não morre afogado

Davi Cecatto, 26 anos, trafegava pela Avenida Beira Rio, quando perdeu o controle e caiu no rio. Ele foi salvo por pessoas que trafegavam pelo local no momento do acidente

Em poucos minutos, carro ficou submerso – Crédito: Márcio Costódio

Por volta das 15 horas
desta sexta-feira, 10 de fevereiro, Davi Cecatto, 26 anos, personal
trainner e professor de Educação Física da Academia Viva, no
bairro Santa Terezinha, sofreu um grave acidente na Avenida Beira
Rio. Ele dirigia no sentido Centro-Unifebe, quando perdeu o controle
de seu carro, um palio preto e caiu dentro do rio, próximo a Ponte
do Trabalhador, mesmo local onde, na terça-feira, um ônibus também
ficou subemerso.

Um motorista, Márcio Bitencourt,
proprietário do Motel Shampoo, passava de carro pelo local, viu o
acidente e o carro afundando. No mesmo momento, dois funcionários da
empresa Ferro Velho Morsch, que trafegavam na ponte do Trabalhador
viram o que ocorreu e desceram para ajudar. Num esforço conjunto, os
três pularam na água para tentar retirar Davi de dentro do veículo,
quase submerso.

– Estávamos passando em cima da ponte e
vimos o carro dentro da água e indo embora (pela correnteza). E não
estava conseguindo abrir a porta. O Márcio chegou a trancar o pé
por causa da pressão da água na porta. Pegaram uma pedra para
tentar quebrar o vidro, mas não conseguiram. Aí viramos o carro de
lado, só aí que conseguiram abrir a porta”, conta Marcelo Morsch,
25 anos, que ajudou a salvar o professor de educação física.

Após a retirada do condutor, a ambulância dos Bombeiros,
que chegou em seguida, e o levou ao hospital Azambuja. Davi sofreu
apenas ferimentos leves e um corte na boca, mas foi internado em
estado de choque. Poucos minutos depois, o carro afundou
completamente

– Ele (Davi) estava em choque. Deus uns cinco
minutos a ambulância já estava aqui. Na hora a primeira coisa que
veio na cabeça é pular. Depois pegamos uma corda para amarrar o
carro – revelou Marcos Morsch, que também auxiliou no resgate.


Quando, por fim, conseguimos abrir a porta, ele (Davi) nos abraços
dentro da água mesmo – lembra Marcelo.

Bombeiros, Defesa Civil e Guarda de Trânsito de Brusque
trabalhavam na retirada do palio (já submerso) de dentro do rio com
a ajuda de um caminhão guincho. Até as 18 horas, o veículo ainda
não havia sido retirado.  

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio